DEFUNTA REPÚBLICA DE MENTIRA

"(...) É, todavia, difícil compreender por que, até o fim do reinado de Pedro II, o Brasil era um país mais promissor que os EUA, mais importante que a China, a Índia, o Japão, a Coréia e quase todos os países europeus - de onde vieram muitos imigrantes - e hoje ocorre o oposto: (...)" - (Dr. José Carlos de Almeida Azevedo)

Defender a manutenção da imundície da Ilegítima Ditadura Republicana Genocida Brasileira, que seguiu matando pelo futuro milhões com suas inconsequências, negligências, omissões... É de uma falta de conhecimento extrema, de uma burrice crônica absoluta, ou de uma voracidade predatória sem precedentes... Apenas caindo Dilma com o seu "Perda Total", mesmo que seja junto com suas coligações (Partidos dos Partidos...) das Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias-Copartícipes dos Regimes Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicano, Alinhada a Política Transnacional Continental Latina Americana do Foro de São Paulo... Quase nada mudará nessa decadente República de mentira nunca proclamada de fato - a sujeira mais uma vez apenas mudará de mãos.

O Brasil é escravizado por uma caricatura republicana presidencialista moralmente ilegítima abortada defunta como regime totalitário, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro numa sucessão de ditaduras civis e militares... Nódoa negra do hoje paradoxalmente dito Exército do monarquista Caxias do Exército Imperial Brasileiro. Aliciados por meia dúzia de traidores da pátria discípulos da Seita Positivista, alguns militares do Exército Imperial foram utilizados como ferramenta executora do trabalho sujo que mergulhou o país nas trevas, com a desastrosa inauguração da primeira ditadura militar da História do Brasil em 15 de novembro de 1889, acabando com a democracia da Monarquia Constitucional Parlamentar Representativa do promissor respeitável Império do Brasil, que ombreava com as outras três nações mais poderosas, cuja sua Armada Imperial somada a Marinha Mercante, foi a 2ª Potência Naval da terra. Num determinado momento da nossa história, já fomos mais poderosos do que os Estados Unidos da América do Norte.

No desastre do Flagelo Republicano, entre mandos e desmandos nesses 126 anos de estagnação, se somam: "12 Estados de Sítios, 17 Atos Institucionais, 6 Dissoluções do Congresso, 19 Revoluções ou Intervenções Militares, 2 Renuncias Presidenciais, 3 Presidentes Impedidos, 4 Presidentes Depostos, 6 Constituições Diferentes, 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários"... Mais os últimos 30 anos de retrocessos perdidos num oceano de esgoto sem precedentes na História do Brasil, com a 6ª tentativa ressuscitadora do pesadelo da tragédia dessa fracassada Nova República Salvadora da Pátria perdida em si mesma, que além de produzir desde 1985 mais de 3.000.000* de assassinatos (*Incluindo as mortes provocadas pelos desserviços e/ou omissões dos sucessivos desgovernos), nos conduziu mais uma vez a um terrível vazio. E, tudo indica que a burrice ou obscuras ambições dos dementes políticos predadores devoradores da pátria, indiferentes ao que já funcionou a contento na história dessa nação fundada em 1822 como Império, continuarão como insaciáveis varejeiras investindo no engodo de novas inúteis defuntas repúblicas, que têm sido sinônimos de Desgraça Nacional. (Emanuel Nunes Silva)

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo... (Janeiro de 2011)

Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo... 
(Janeiro de 2011)




REGIÃO SERRANA DO RIO DE JANEIRO
 
A catastrófica chuva na Região Serrana do Rio de janeiro, já é considerada a maior tragédia climática da história do Brasil. A Topografia foi alterada. Além de modificar o relevo das montanhas, dizimou áreas florestais e mudou cursos de rios. Apesar da maior área atingida ser praticamente desabitada, em algumas horas mais de 1400 pessoas perderam suas vidas. Destas, até agora mais de 550 foram registradas desaparecidas, e muitas outras sequer constam nesta lista, pois quem poderia reclamar pelos corpos também morreu. Se uma chuva desta intensidade atingisse as áreas urbanas das Cidades do Rio e Niterói, com certeza seriam mais de 200 000 de mortos. Será que é muito pouco, ainda não é o suficiente para mostrar aos Políticos, Governadores, essencialmente os Prefeitos que insistem em continuar trilhando os meandros da demência, que já há muito passou da hora de deixar o mal feito em prol do bem feito? Afinal é em nome do bem estar da população, que eles fazem suas campanhas e se elegem. Para concertar esta grande cagada de décadas de desgovernos que "complacentemente" permite, e até estimula irresponsavelmente as ocupações irregulares em troca dos seus interesses mesquinhos... Primeiramente deverá haver vergonha na cara, vontade política e muito dinheiro, para executar um árduo caro e longo trabalho que poderia ter sido minimizado.

Se o Governo Federal continuar simplesmente paliativamente apenas nestes momentos de crise, a ajudar os Estados envolvidos, sem exigir deles em troca um plano sério de planejamento urbano & ocupação responsável do solo... Estará jogando o dinheiro do contribuinte no ralo das incompetências e irresponsabilidades dos demagogos, que até parece que adoram matar pessoas.

Ocorrem alterações climáticas?... Sim, há muito já é sabido.
Providências têm sido tomadas?... Não, continuaram ocupando as encostas e áreas de preservação ambientais. Além de construírem nas margens dos rios, ocupam inclusive seus leitos.
Surpreso por mais esta tragédia anunciada?... Não estou nem um pouco.
Será que tudo não passou de um simples alerta?

Emanuel Nunes Silva

Travessia Petrópolis x Teresópolis
Câmera Noblex 150 E
Crédito da Imagem: Emanuel Nunes Silva
ALGUMAS MATÉRIAS DESTE BLOG
Existe um paradoxo entre as posturas das Repúblicas, quanto suas autoridades de opinarem sobre Golpe de Estado Inconstitucional, quando 99% delas principiaram com um criminoso Golpe de Estado. No caso da Fundação do primeiro Estado de Exceção da História do Brasil em 1889, houve um genocídio nos seus 10 primeiros anos de fracassos em nome da sua consolidação, onde 200.000 pessoas foram mortas; a maioria delas sumariamente, numa época em que a população brasileira era 11 vezes menor que a atual, o que corresponde quantitativamente na atualidade a 2.000.000 de mortos. Quando estas repúblicas questionam seus golpes menores dados nos Golpes delas mesmas, é o mesmo que se estivessem questionando suas próprias legitimidades.
Por mais que me esforce, não consigo ver nobreza alguma em vossos representantes políticos republicanos... Tampouco algo em suas atitudes que os engrandeçam.
(...) "À medida em que o povo foi tomando conhecimento do acontecido, movimentos pela volta da Família Imperial começaram a eclodir por todo o Brasil. O governo republicano os destroçou com punho de ferro. (...)"

Enquanto isso a tua Presidenta na República do Brasil:
Dilma proibiu os Militares Brasileiros de comemorarem o Dia 31 de março (Contra-Golpe de 64). Entretanto ela prefere comemorar a Revolução Cubana que já assassinou mais de 85.000 cubanos naquela ilha prisão cuja população equivale apenas a da Grande São Paulo.
Vejam o que Dilma fala aos 3:20 minutos deste vídeo com uma gigantesca Bandeira Cubana ao fundo.
Outrora a Terrorista Dilma nunca lutou pela Democracia. 
A Árvore Boa
 CUBA • Fidel Castro • Ernesto "Che" Guevara • Comunismo 

URL 01 - URL 02
  5 
 INÍCIO 
ALGUMAS MATÉRIAS DESTE BLOG
01 • A MUDANÇA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
29 • Comunismo
30 • Marianne
5