DEFUNTA REPÚBLICA DE MENTIRA

"(...) É, todavia, difícil compreender por que, até o fim do reinado de Pedro II, o Brasil era um país mais promissor que os EUA, mais importante que a China, a Índia, o Japão, a Coréia e quase todos os países europeus - de onde vieram muitos imigrantes - e hoje ocorre o oposto: (...)" - (Dr. José Carlos de Almeida Azevedo)

Defender a manutenção da imundície da Ilegítima Ditadura Republicana Genocida Brasileira, que seguiu matando pelo futuro milhões com suas inconsequências, negligências, omissões... É de uma falta de conhecimento extrema, de uma burrice crônica absoluta, ou de uma voracidade predatória sem precedentes... Apenas caindo Dilma com o seu "Perda Total", mesmo que seja junto com suas coligações (Partidos dos Partidos...) das Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias-Copartícipes dos Regimes Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicano, Alinhada a Política Transnacional Continental Latina Americana do Foro de São Paulo... Quase nada mudará nessa decadente República de mentira nunca proclamada de fato - a sujeira mais uma vez apenas mudará de mãos.

O Brasil é escravizado por uma caricatura republicana presidencialista moralmente ilegítima abortada defunta como regime totalitário, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro numa sucessão de ditaduras civis e militares... Nódoa negra do hoje paradoxalmente dito Exército do monarquista Caxias do Exército Imperial Brasileiro. Aliciados por meia dúzia de traidores da pátria discípulos da Seita Positivista, alguns militares do Exército Imperial foram utilizados como ferramenta executora do trabalho sujo que mergulhou o país nas trevas, com a desastrosa inauguração da primeira ditadura militar da História do Brasil em 15 de novembro de 1889, acabando com a democracia da Monarquia Constitucional Parlamentar Representativa do promissor respeitável Império do Brasil, que ombreava com as outras três nações mais poderosas, cuja sua Armada Imperial somada a Marinha Mercante, foi a 2ª Potência Naval da terra. Num determinado momento da nossa história, já fomos mais poderosos do que os Estados Unidos da América do Norte.

No desastre do Flagelo Republicano, entre mandos e desmandos nesses 126 anos de estagnação, se somam: "12 Estados de Sítios, 17 Atos Institucionais, 6 Dissoluções do Congresso, 19 Revoluções ou Intervenções Militares, 2 Renuncias Presidenciais, 3 Presidentes Impedidos, 4 Presidentes Depostos, 6 Constituições Diferentes, 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários"... Mais os últimos 30 anos de retrocessos perdidos num oceano de esgoto sem precedentes na História do Brasil, com a 6ª tentativa ressuscitadora do pesadelo da tragédia dessa fracassada Nova República Salvadora da Pátria perdida em si mesma, que além de produzir desde 1985 mais de 3.000.000* de assassinatos (*Incluindo as mortes provocadas pelos desserviços e/ou omissões dos sucessivos desgovernos), nos conduziu mais uma vez a um terrível vazio. E, tudo indica que a burrice ou obscuras ambições dos dementes políticos predadores devoradores da pátria, indiferentes ao que já funcionou a contento na história dessa nação fundada em 1822 como Império, continuarão como insaciáveis varejeiras investindo no engodo de novas inúteis defuntas repúblicas, que têm sido sinônimos de Desgraça Nacional. (Emanuel Nunes Silva)

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Defesa da Pátria é Dever Supra-Constitucional

SE UTILIZAR LEGITIMAMENTE HOJE DE UMA INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL MILITAR (artigos 1º, 2º, 142º e 144º), SEM DERRUBAR A PRINCIPAL CAUSA DA DESGRAÇA NACIONAL, É SE LIMITAR NOVAMENTE A UM GRANDE NADA. A INTERVENÇÃO NÃO PASSA DE UMA EMERGÊNCIA DO PRESENTE PREVISTA NA LEI, PORÉM SEM DERRUBAR A INÚTIL ILEGÍTIMA FORMA DE GOVERNO PRESIDENCIALISTA REPUBLICANA BRASILEIRA, SERÁ UM INVESTIMENTO CERTEIRO NUM NOVO FRACASSO.
- Apresentação -
Defesa da Pátria é Dever Supra-Ideológico, Supra-Partidário – na imundície da deterioração dos Três Poderes que perderam a legitimidade, torna-se Supra-Constitucional; é atribuição, dever, obrigação... Não se pede. Ou o Exército trai a nação como fez em 15 de novembro de 1889, quando vergonhosamente participaram da criação dessa lambança caricata republicana, ou cumpre com seus juramentos para salvaguardar a pátria — Simples assim! 

PARE DE ACREDITAR NESSA FRACASSADA REPÚBLICA. 
É inútil reivindicar qualquer coisa para os Bandidos das Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias-Copartícipes dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicana, Alinhada a Política Transnacional Continental Latina Americana do Foro de São Paulo; que há muito deveriam ter sido descartados.  
- Introdução -
Defesa da Pátria é Dever Supra-Constitucional
1 ● Em 7 de setembro de 1822 o Brasil se emancipa, culminando em seguida na Fundação do Império do Brasil Independente e Soberano. Constitui um Governo pela Forma Monárquica Constitucional Parlamentar Representativa, considerada a mais liberal e democrática entre o universo das nações em seu tempo. No Segundo Reinado, a Armada Imperial junto com a Marinha Mercante foi a 2ª Potência Naval do Planeta. Com status de 3ª Economia e Poderio Bélico Global, ladeava com Inglaterra, França e Estados Unidos, como uma das nações mais respeitadas e promissoras. O Destino de grandeza do Brasil foi interrompido em 15 de novembro de 1889, por um Crime de Alta Traição cometido por alguns membros da Seita Positivista. 
URL da Imagem
Ação na paisagem dos Pampas Gaúchos.
Carro de Combate Leopard-1A5 produzido na Alemanha, utilizado pelo Exército de Caxias.
2 ● Quando os alicerces da nação são fragmentados pelas atividades predadoras das facções coligadas partidárias, objetivando os corrosivos interesses obscuros do Partido Único... Uma Intervenção Federal Constitucional Militar se faz necessária (artigos 1º, 2º, 142º e 144º). Diferentemente ao ocorrido em 1964, que foi preciso milhões irem às ruas legitimarem a intervenção das FFAA, hoje esta ação reparadora está prevista na Carta Magna, e será apoiada pela esmagadora maioria da população, para conduzir democraticamente o Brasil por um caminho, que garanta ao povo aliciado por ideologias alienígenas, recuperar um mínimo de seus discernimentos perdidos nos últimos 30 anos, direcionando a nação a uma transição segura, para a Forma de Governo que já foi por aqui consagrada, e que além de ser a que melhor funcionou, tem mais sintonia com nossas Raízes Históricas, e a Legítima Identidade Nacional. Não é Golpe, e sim na atual Desconjuntura, é dever das Forças Armadas defender e resguardar a Soberania Nacional dos inimigos internos e externos, e banir este Regime Republicano que não serve ao Brasil. Nunca existiu identidade nacional republicana brasileira, tampouco Socialista&Comunista Republicana.
➤ O que fazer quando a República é Fora da Lei? 

O que fazer quando a República não cumpre sua própria Constituição. Quando o Poder Constituído passa a maior parte do tempo tentando explicar o inexplicável – e numa estranha complacência e conivência, descaradamente justifica suas inconstitucionalidades? 

Quando o Governo que deveria estar dando nobres exemplos para o povo, faz questão de ser Fora da Lei e Desordem... Quando o Estado Democrático de Direito não é mais democrático – e o Poder Constituído corrompe e alicia com seus sucessivos maus exemplos nosso maior tesouro inclusive nas escolas... Nossas crianças e jovens? 

O que fazer quando o Supremo Tribunal Federal, a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil que acumula competências típicas de Suprema Corte e Tribunal Constitucional, que tem função institucional fundamental de servir como guardião da Constituição Federal  e por isso julga as inconstitucionalidades... Não é mais Lei? 

Quando as Forças Armadas que têm como missão garantir os poderes constitucionais a lei e a ordem... Consequentemente a próprias segurança e integridade da nação, são progressivamente desmoralizadas, ameaçadas, desmanteladas, lhes tirando suas capacidades de ação ou reação?

O Brasil não possui melhor opção neste degradado ambiente de inconstitucionalidades desta fracassada República; o Momento Político é oportuno para o resgate da nossa Legítima Identidade Nacional ― Basta lembrar ao povo que já estivemos bem na História – e aos militares do Exército que seu Patrono é o Duque de Caxias. 

3 ● O Brasil não possui melhor opção neste degradado ambiente de inconstitucionalidades desta fracassada República. O Momento Político é oportuno para o reencontro dos brasileiros com a sua História, com as suas tradições, com o seu destino de grandeza interrompido por uma traição; redirecionando a Nação Brasileira a sua original Vocação de Grandeza Imperial, onde cargo político é missão. Basta lembrar ao povo que já estivemos bem na História, e aos militares do Exército que seu Patrono é o Duque de Caxias.
Dr. Antônio José Ribas Paiva (Intervenção Constitucional)
- I -
Exército dito o do Imperial de Caxias

A • A partir de 1923, 25 de agosto, o dia do nascimento do Marechal-de-Exército do Império do Brasil em 1803, Luiz Alves de Lima e Silva e Duque de Caxias, passou a ser considerado o Dia do Soldado ― E por Dec. 51929 de 13 mar 1962, como o Patrono do Exército Republicano Brasileiro. O Soldado Caxias se forjou no Exército Imperial Brasileiro, de cujo seio emergiu no cenário nacional, como um dos maiores brasileiros de todos os tempos. Caxias prestou à Pátria mais de 60 anos de excepcionais e relevantes serviços, tanto como político e administrador de contingência inigualáveis, como soldado de vocação e tradição a serviço da Unidade, da Paz Social, da Integridade e da Soberania Brasileira. 

B • Caxias se vivo estivesse, jamais permitiria o Crime de traição à pátria de 15 de novembro de 1889, articulado pelos traidores da pátria: Marechal Deodoro da Fonseca (utilizado como marionete executora do trabalho sujo), Marechal Floriano PeixotoBenjamin Constant Botelho de MagalhãesQuintino BocaiuvaRuy BarbosaCampos SalesAristides LoboDemétrio Ribeiro e o Almirante Eduardo Wandenkolk – todos membros regulares da Maçonaria Brasileira; todos membros de uma sociedade secreta da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da Universidade de São Paulo, chamada de "Bürschenschaft Paulista", ou "Studentenverbindung" (algo como confraria da camaradagem, em alemão), mais conhecida como "Bucha", criada, em 1831, pelo Professor Julius Frank (1808 - 1841). 
C • A Tragédia Republicana do Crime Politiqueiro Partidarista Governista Presidencialista é responsabilidade exclusiva desse Exército que se julga o do Soldado Caxias do Exército Imperial – Essa Desgraça Nacional é unicamente coisa desse Exército Republicano, que além de ter aniquilado a Armada Nacional Imperial (Marinha de Guerra) para impor a lambança Ideológica Republicana da Seita Positivista, assassinou durante os primeiros 10 anos, cerca de 200.000 brasileiros (incluindo crianças, mulheres, anciãos e ex escravos) que de alguma forma se opuseram a imposição arbitrária do regime republicano, numa época em que a população era 11 vezes menor – o que corresponde na atualidade a um genocídio de 2.000.000 pessoas. 

Se esse Exército fosse realmente o do Monarquista Caxias, não estaria subserviente às Ideologias do Crime Politiqueiro Partidarista Governista Presidencialista  há muito já teria desfeito sua lambança de 1889, desproclamado essa inútil predadora malfadada REPÚBLICA de mentira que é um GOLPE na sua origem – além de ter pedido desculpas a Nação.
D • O estrago Ideológico Socialista/Comunista no Magistério foi catastrófico. Depois de especialmente o Exército dito do Monarquista Caxias, deixar de trair a Pátria com sua subserviência ao Crime Politiqueiro, Partidarista, Demagogo, Populista; honrando seus juramentos, cumprindo com seus Deveres Constitucionais aos quais foi destinado − executando seu trabalho com justiça e competência, para defender o Brasil com suas próprias vidas se necessário for, dos seus inimigos internos e externos... Uma nova geração de professores vai surgir para ensinar − e não mais doutrinar. Caso seja feito o que tem que ser feito de fato: desta vez não haverá a benevolente Anistia depois da Desinfestação Ampla, Geral e Irrestrita. 
E • Professores não comprometidos com ideologias Socialistas/Comunistas... Depois que as FFAA deixarem de serem subservientes ao Crime Politiqueiro Partidarista e cumprirem com suas obrigações e deveres constitucionais, teremos que formar uma nova geração de professores, pois o estrago foi devastador. Entendam que o mero cumprimento da Lei pelas instituições criadas e preparadas continuamente, para defenderem o Brasil dos seus inimigos internos e externos − inclusive a própria constituição há muito violentada: não se implora... 
F • Basta que o Exército dito o do Imperial de Caxias honre o seu Patrono e cumpra com suas obrigações, deveres constitucionais (artigos 1º, 2º, 142º e 144º), seus juramentos feitos a Bandeira Republicana que inventaram em 1889; simbolismo da Seita Positivista que apenas representa uma Forma de Governo que nunca cumpriu à que veio, alienígena às nossas Raízes Históricas e a Legítima Identidade Nacional, e não o Brasil na sua essência. Os Senhores bem sabem disso, façam bem feito desta vez, sejam corajosos... 
G • Ajam com responsabilidade respaldados pela Constituição Federal de 1988, intervindo democraticamente dentro da lei, reconhecendo que cometeram um grande engano em 15 de novembro de 1889, quando inauguraram o primeiro Estado de Exceção Republicano da nossa história, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro... Desproclamem essa Malfadada Fracassada Farsa Republicana que acabou com o Brasil nunca proclamada de fato, e por isso moralmente ilegítima. Livrem-se definitivamente dessa Nódoa Negra que envergonha esta Instituição que se julga respeitável. Recuperem o destino de grandeza da Pátria Amada interrompido por uma Traição.

Aos 17:57 deste Vídeo

H • Todos Partidos nas suas cumplicidades pecam por coparticipação, conivência, omissão, ou por se submeterem a ridícula função de partidos satélites – marionetes que orbitam os principais partidos, por sua vez, com suas coligações & alianças, alimentam com seus desserviços a promiscuidade generalizada política republicana brasileira, bombando a orgia dos inúteis 35 partidos, que além de nada acrescentarem... Só subtraem — Pululando... Procriam e se multiplicam...

Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias.
 Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-PartidáriasCopartícipes dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicana, Alinhada a Política Transnacional Continental Latina Americana do Foro de São Paulo.

I • CRIME ORGANIZADO POLÍTICO PARTIDÁRIO — Todos Partidos nas suas cumplicidades pecam por coparticipação, conivência, omissão, ou por se submeterem a ridícula função de partidos satélites – marionetes que orbitam os principais partidos, por sua vez, com suas coligações & alianças, alimentam com seus desserviços a promiscuidade generalizada política republicana brasileira, bombando a orgia dos inúteis 35 partidos, que além de nada acrescentarem... Só subtraem — Pululando... Procriam e se multiplicam...: (10: PRB) - (11: PP) - (12: PDT) - (13: PT) - (14: PTB) - (15: PMDB) - (16: PSTU) - (17: PSL) - (18: REDE) - (19: PTN) - (20: PSC) - (21: PCB) - (22: PR) - (23: PPS) - (25: DEM) - (27: PSDC) - (28: PRTB) - (29: PCO) - (30: NOVO) - (31: PHS) - (33: PMN) - (35: PMB) - (36: PTC) - (40: PSB) - (43: PV) - (44: PRP) - (45: PSDB) - (50: PSOL) - (51: PEN) - (54: PPL) - (55: PSD) - (65: PCdoB) - (70: PTdoB) - (77: SD) - (90: PROS) ● Comissão Nacional da VerdadePátria EducadoraPrograma Mais MédicosUNESCOMECUNEMMEOEAUNASULURSALBRICSMERCOSULSINDICATOSCUTMSTLGBTMARGARIDAS, NARCOTRÁFICO, FORO de São Paulo, Sistema de Privatização das Estatais, Indicação Política Partidária no Poder Judiciário... E por aí vai ► A República não cumpriu à que veio: FRACASSOU pela sexta vez consecutiva num oceano de imundícies 
J • Esta forma de protesto contra a TRAGÉDIA do CRIME ORGANIZADO POLÍTICO PARTIDÁRIO REPUBLICANO BRASILEIRO, é mais produtiva do que rasgarem seus Títulos de Eleitores como muitos já estão fazendo: 
Quando os TRÊS PODERES estão corrompidos a INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL passa a ser uma consequência natural, um mero cumprimento da lei, mesmo que ninguém venha solicitá-la. Ou as FFAA cumprem com seus DEVERES CONSTITUCIONAIS ou TRAEM A NAÇÃO - simples assim!... 

K • O Brasil não possui melhor opção neste degradado ambiente de inconstitucionalidades desta fracassada República. O Momento Político é oportuno para o reencontro dos brasileiros com a sua História, com as suas tradições, com o seu destino de grandeza interrompido por uma traição; redirecionando a Nação Brasileira a sua original Vocação de Grandeza Imperial, onde cargo político é missão. Basta lembrar ao povo que já estivemos bem na História, e aos militares do Exército que seu Patrono é o Duque de Caxias.
L • Esperar mais o quê do predador Poder Constituído pelas Coalizões das Facções Políticas do Crime Organizado Institucionalizado do Estado Esquerdo Republicano, que deveria ser de Direito?... Paraíso das Alianças Narco-Partidárias Copartícipe dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas Republicanos... Inocência a tua nesse Flagelado Regime Marginal Presidencialista, ainda se iludir imaginando que depois de 125 anos de fracassos, com inúmeras inúteis tentativas nesta já 6ª República, finalmente desta vez, repetindo os mesmos erros, fazendo as mesmas coisas, vais obter resultados diferentes, neste degradado ambiente político sem ética onde o mau-caratismo dos exemplos alicia crianças e jovens, corrompe a reserva humana da nação, coloca em risco a Soberania Nacional, além de nada acrescentar de útil, virtuoso e verdadeiro à Nação Brasileira. Nessa Democracia de Mentira, onde quem vence eleições são os melhores Marqueteiros, com suas milionárias aliciatórias propagandas enganosas, muitas vezes pagas com o dinheiro do contribuinte... Não existe saída pelo voto.
"Somos nós, do Exército Brasileiro, que temos na consciência o peso da participação na derrubada do Império e que conhecemos a responsabilidade que nos cabe na instauração desta República que, até os dias de hoje, envergonha a história política do Brasil".
General de Brigada Paulo Chagas

 Destrinchando a Intervenção pelo artigo 142 da Constituição 
http://www.alertatotal.net/2016/04/destrinchando-intervencao-pelo-artigo.html?spref=fb

M • "(...) Diante da falência do sistema representativo e da relativização do Poder do Estado e conseqüentemente, Ruptura Institucional através do Crime Organizado Político Partidário, o Brasil, país rico no mundo em arrecadações de impostos e de minérios, o sistema mantém nossa nação, pobre de cultura, pobre de dinheiro, pobre de qualidade de vida. Por Um Novo País !! Que Agoniza Nas Mãos do Crime Organizado Político Partidário, que passaram a influenciar negativamente, dominando a mídia, as escolas, as universidades, as editoras e todos os setores produtores de cultura no Brasil, doutrinando a população brasileira, com táticas gramscistas, adulterando o sentido comum e condicionando-nos a cultura marxista, a pelo menos, a 35 anos. 

N • OS ATENTADOS CONTRA OS PODERES CONSTITUCIONAIS PRATICADOS PELA CLASSE POLÍTICA BRASILEIRA, NAS ÚLTIMAS DÉCADAS, TORNAM IMPOSITIVA A IMEDIATA E JÁ TARDIA INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL DA NAÇÃO BRASILEIRA REPRESENTADA POR SUAS FORÇAS ARMADAS – FFAA. SOB PENA DE SEVERA E IMPERDOÁVEL A ORDEM LEGAL POR PARTE DOS NOSSOS CHEFES MILITARES. FFAA cumpram com as suas obrigações legais !! Entretanto, não existe mais desculpas ou escolhas para as FFAA em negarem a INTERVENÇÃO em prol da sociedade em um todo, do Brasil. (...)" 

■ ACDB REQUERIMENTO FFA
https://plus.google.com/+EmanuelNunesSilva/posts/9vNJGvhYPpo 

■ ACDB REQUERIMENTO FFA 
http://cidadaniaedefesa.com/acdb-requerimento-ffaa/ 

■ ACDB 
https://plus.google.com/+EmanuelNunesSilva/posts/19aA1G2P21W
http://cidadaniaedefesa.com/ 

■ UND


Os militares antes do Golpe 31 março de 1964 (mais um Contra-Golpe aplicado no Golpe deles mesmos de 15 de novembro de 1889), tentaram devolver a Monarquia aos brasileiros - Aos 05:30 do vídeo.
O • Já passou da hora do Exército dito o do Monarquista Caxias (que se vivo estivesse em 15 de novembro de 1889, jamais o Golpe Republicano de Traição e Lesa-Pátria se consumaria) devolver o que foi tomado à revelia. Chega da lambança dessa masturbação infinita ideológica predatória, gozada todos os dias na cara dos brasileiros. Basta de orgias promíscuas sequeladoras com o dinheiro público, promovidas pelas Ligas das Facções ESQUERDISTAS−SOCIALISTAS−COMUNISTAS−MARXISTAS−LENINISTAS−GRAMSCISTAS−POSITIVISTAS... Das Organizações Criminosas Narco-Psicopatas−Partidárias−Copartícipes dos Regimes−Síndico−Comuna−Socialistas−Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicana — Alinhada a Política Transnacional Comunista, em consonância com a Continental Latina Americana do FORO DE SÃO PAULO, dessa já 6ª fracassada insana Experiência Ressuscitadora do Cadáver da Malfadada República de Mentira, da Seita Positivista nunca proclamada de fato que acabou com a Nação Brasileira.
Aos 8:21 do vídeo abaixo, o Príncipe D. Antônio foi bem direto e claro, para qualquer criancinha entender... Faça a tua parte, se opondo e denunciando a implantação do Pegajoso Organismo das Insaciáveis Facções Narco-Psicopatas-Partidárias Copartícipes dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, à serviço das Organizações Criminosas da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central...


P • Aos 8:21: “(...) Então nós aqui monarquistas, o movimento que fazemos parte, é um movimento de reação a isso. Nós temos obrigação de irmos contra isso, não devemos ter medo de falar contra abertamente mesmo que soframos as consequências, nós temos obrigação, porque isso é em defesa da garantia do bem do nosso país. Eu tenho certeza que essa é a linha de todos nós, D. Luiz, D. Bertrand, D. Rafael e todos os membros da Família Imperial, em defesa ao povo, em defesa aos valores, aos verdadeiros valores da nossa nação; e não só da nossa nação; a partir do momento em que ela passe a encarar esses valores, ela passa a ser um espelho para todo o resto do mundo... Esse é o nosso papel, esse é o papel que nós todos da família estamos prontos a apoiar, trabalharmos juntos e lutarmos, irmos para a frente de batalha junto com todos os Senhores e Senhoras que estão aqui presentes (...)”.
(Sua Alteza Real, o Príncipe D. Antonio de Orleans e Bragança)

• Príncipe D. Antônio - XXII Encontro Monárquico (30/06/2012)
Q • Lembro ao povo Cristão dessa Terra de Santa Cruz, que os fundamentos dessa República de Mentira, imposta arbitrariamente por meia dúzia de Traidores da Pátria, membros da Seita Positivista do francês Isidore Auguste Marie François Xavier Comte (August Comte) nada têm de Cruz; portanto nada justifica ao menos aos Senhores que se dizem cristãos, lutarem para perpetuar a principal causa da Desgraça Nacional: essa República com sua Bandeira Positivista, indiferente às nossas Raízes Históricas e a Legítima Identidade Nacional (nunca existiu identidade nacional republicana brasileira). “A Igreja Positivista do Brasil foi fundada no dia 11 de maio de 1881 por Miguel de Lemos na atual Rua Benjamin Constant, Nº. 74, no Bairro da Glória, na Zona Sul da Cidade do Rio de Janeiro. Sua sede é o Templo da Humanidade, onde ocorre a celebração da Religião da Humanidade, ou Positivismo, doutrina criada pelo filósofo francês Augusto Comte (1798 - 1857)".
- II -
O Momento Político é oportuno
A - O Brasil não possui melhor opção nesse degradado ambiente de inconstitucionalidades dessa fracassada República. O Momento Político é oportuno para o reencontro dos brasileiros com a sua História, com as suas tradições, com o seu destino de grandeza interrompido por uma traição; redirecionando a Nação Brasileira a sua original Vocação de Grandeza Imperial, onde cargo político é missão. Basta lembrar ao povo que já estivemos bem na História, e aos militares do Exército que seu Patrono é o Duque de Caxias.
B - Os Regimes de Exceção: Autoritários, Totalitários, Ditatoriais... Que suprimiram as liberdades alcançadas pela Democracia da Monarquia Parlamentar Imperial Brasileira, a partir de 1889, são invenções dessa República Golpista nunca proclamada de fato, inspirada numa Alegoria Abstrata da tal "Deusa da Liberdade", Efígie da República, ícone da Revolução Francesa, imposta arbitrariamente como a Primeira Ditadura da História do Brasil; Estado de Exceção Republicano cujas suas trágicas consequências se estenderam pelo futuro.

C - O Primeiro Estado de Exceção da História do Brasil surgiu em 1889 com a inauguração da República dos Estados Unidos do Brasil, inventada por meia dúzia de traidores da pátria. Principiou pelos piores caminhos possíveis, nas sombras conspiratórias, por meio de intrigas, mentiras, sem honra ou grandeza, arbitrariamente sem uma consulta popular, na ilegalidade do Golpe Militar Republicano de Traição e Lesa-Pátria de 15 de novembro de 1889, nódoa negra do Exército Brasileiro que nada justifica ser homenageado pelo nome do outrora Duque de Caxias do Exército Imperial; dívida vergonhosa que jamais legitimará as ações dos Traidores inventores da Farsa Republicana que acabou com o Brasil.
URL da Imagem

D - A República alienígena às nossas Raízes Históricas e a Legítima Identidade Nacional (não existe identidade nacional republicana brasileira), foi arbitrariamente imposta por meia dúzia de traidores da pátria pertencentes a Seita Positivista, que usurpou o Brasil dos brasileiros, subtraiu a sua nacionalidade e seu conceito de pátria. Em vão no Brasil foram feitas seis tentativas para ressuscitar esta República que nasceu defunta; e já tem político pensado em reinventar uma Nova 7ª República Salvadora da Pátria, reescrevendo o Trapo que se transformou sua Constituição pela 7ª vez, fingindo acreditar que finalmente desta vez os resultados serão diferentes...
E - Na Tragédia Republicana Brasileira, não importa o lado que escolhas... Qualquer que seja a Facção Política eleita nessa moralmente ilegítima República, o resultado final sempre será um grande nada. É assim que tem sido e sempre será. Enquanto a alienígena Bandeira da Seita Positivista que representa a criação do primeiro Estado de Exceção da História do Brasil tremular em seu território continental, indiferente às nossas raízes históricas e a legítima Identidade Nacional, não for descartada e substituída pelo Pavilhão Original, que simboliza as origens do Respeitado Estado Brasileiro Independente e Soberano que existiu até 1889; jamais a Nação Brasileira reencontrará o seu destino de grandeza interrompido por uma Traição.
F - Esperar mais o quê desse predador Poder Constituído pelas Coalizões das Facções Políticas do Crime Organizado Constitucionalizado do Estado Esquerdo Republicano, que deveria ser de Direito?... Paraíso das Alianças Narco-Partidárias Copartícipe dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas Republicanos... Inocência a tua nesse desastrado Regime Marginal, ainda se iludir imaginando que depois de 126 anos de fracassos, finalmente desta vez vai ser diferente. Nesse degradado ambiente político sem ética, o mau-caratismo dos exemplos alicia crianças e jovens, corrompe a reserva humana da nação, coloca em risco a Soberania Nacional, além de nada acrescentar de útil, virtuoso e verdadeiro na Tragédia Nacional. Nessa Democracia de Mentira, onde quem vence eleições são os melhores Marqueteiros, com suas milionárias aliciatórias propagandas enganosas... Não existe saída pelo voto.
G - Quando vão se libertar dessa Escuridão Republicana que conduziu por obscuros meandros de desastres a Nação Brasileira a lugar nenhum nas entranhas das suas trevas, para pararem de discutir inutilmente esses personagens políticos de barro, que alimentam de lambança em lambança o círculo vicioso da Grande Farsa que acabou com o Brasil? Quando racionalmente vão questionar a causa de todas as Mazelas?... Essa ridícula Forma de Governo Republicana Brasileira que jamais foi proclamada de fato, inventada arbitrariamente por meia dúzia de Traidores, com o Crime de Alta Traição de 15 de novembro de 1889 - Dia da Infâmia Nacional; inaugurada como o primeiro Estado de Exceção da nossa História, cujas suas predadoras conseqüências se estenderam pelo futuro... Qualquer Brasileiro que tenha discernimento e conheça um pouco da História do seu país, pode até ser republicano em outra parte do mundo, mas tem consciência que essa nunca Proclamada Ilegítima República Brasileira, foi e tem sido a desgraça nacional, e bem sabe que defender esse Regime que ninguém pediu é burrice.
H - A Trágica República Brasileira sem identidade parida defunta na ilegalidade do Golpe de Traição em 1889, definitivamente acabou com o Estado Independente, Soberano e Respeitado no universo das nações no seu tempo, fundado em 1822 como Império do Brasil, tem tido um degradado sinistro histórico inútil... Perdeu a credibilidade, além de nada ter acrescentado de virtuoso e verdadeiro, corremos o risco de perder nossa liberdade alcançada e a Soberania Nacional.

URL 01 - URL 02 - URL 03 - URL 04 - URL 05
I - Já passou da hora do Exército dito o do  Imperial de Caxias (Se vivo fosse em 15 de novembro de 1889, jamais o Golpe Republicano de Traição e Lesa-Pátria se consumaria) devolver o que foi tomado à revelia. Chega da lambança dessa masturbação infinita ideológica predatória, gozada todos os dias na cara dos brasileiros. Basta de orgias promíscuas sequeladoras com o dinheiro público, promovidas pelas Ligas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias Copartícipes dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, à serviço das Organizações Criminosas da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central, dessa já 6ª fracassada insana Experiência Ressuscitadora do Cadáver da Malfadada República de Mentira, da Seita Positivista nunca proclamada de fato que acabou com a Nação Brasileira. 
J - Impeachment de um presidente apenas favorece os interesses partidários, e muda a sujeira de mãos, além de não ter o poder para banir do Território Nacional os partidos envolvidos com a rede de corrupção, mais o Partido dos Traidores da Pátria com seus coligados, junto com todos os partidos copartícipes do Foro de São Paulo. Entretanto entendo que os movimentos Pró-Impeachment é mais simples de ser assimilado pela maioria lobotomizada desde tenra idade nos bancos das escolas por professores Socialistas&Comunistas Idiotas Úteis, além de deixar patente a indignação coletiva quanto a desqualificação desta Organização Criminosa travestida de Governo, legitimando o desencadear de uma Intervenção Federal Constitucional Militar, cujos resultados seriam mais abrangentes... Único meio de punir de fato a Escória Partidária Politiqueira do país que nada acrescenta e só subtrai. O resto é balela e politicagem inútil.
- III -
Defesa da Pátria é Dever Supra-Ideológico, Supra-Partidário e Supra-Constitucional

"Uma nação pode sobreviver aos idiotas e até aos gananciosos, mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma. Um inimigo exterior não é tão perigoso, porque é conhecido e carrega suas bandeiras abertamente. Mas o traidor se move livremente dentro do governo, seus melífluos sussurros são ouvidos entre todos e ecoam no próprio vestíbulo do Estado. E esse traidor não parece ser um traidor; ele fala com familiaridade a suas vítimas, usa sua face e suas roupas e apela aos sentimentos que se alojam no coração de todas as pessoas. Ele arruína as raízes da sociedade; ele trabalha em segredo e oculto na noite para demolir as fundações da nação; ele infecta o corpo político a tal ponto que este sucumbe". 
(Discurso de Cícero, tribuno romano, 42 a.C.) 

Intervenção Militar Constitucional
"Uma série interminável e crescente de escândalos que tem alarmado cronicamente o povo brasileiro nos últimos anos, especialmente nos governos do Partido dos Trabalhadores (PT), está gerando também movimentos que buscam alternativas e soluções para o atual sucateamento das instituições governamentais e a desestabilização da sociedade brasileira. (...)"
• Entenda o que é a intervenção militar constitucional 
http://www.epochtimes.com.br/entenda-intervencao-militar-constitucional/#.VJowAV4C-A 

COMUNISMO
01 • Lamentavelmente a Intervenção Militar de 1964 apenas retardou a Cubanização do Brasil. Finalmente 30 anos após a entrega do poder pelos militares... Viva! a agora arbitrária, antidemocrática, inconstitucional, incompetente, República Socialista & Comunista Brasileira. Isso tem sido cíclico nestes 126 anos de retrocessos republicanos... O brasileiro paga mais de 50% de impostos em cascata, e grande parte destes recursos vão para os bolsos dos asseclas governistas, ou desaparecem no ralo das suas incompetências, pois não tem havido o devido justo retorno proporcional. Eu preferiria estar pagando o Quinto Colonial (20%) ou os 15% do período mais próspero da nossa história (o Imperial). 
02 • Não se vislumbra nenhuma possibilidade de uma Intervenção Institucional Militar contra o atual quadro de inconstitucionalidades generalizadas. Paralelamente ao desmantelamento lento e contínuo das Forças Armadas, se seguiu progressivamente um primoroso trabalho ideológico lobotomizante dentro da Caserna, Academias Militares, e de forma explícita descarada nas demais instituições de ensino, abrangendo todos os níveis. Fizeram de tal forma, para que fossem doutrinadas preferivelmente crianças e jovens com suas versões distorcidas sobre o último Regime Militar desta República; a maioria desses "Professores", sequer estiveram presente quando crianças nesse período da nossa história. 

URL 01 - URL 02

O Brasil não possui melhor opção neste degradado ambiente de inconstitucionalidades desta fracassada República. O Momento Político é oportuno para o reencontro dos brasileiros com a sua História, com as suas tradições, com o seu destino de grandeza interrompido por uma traição; redirecionando a Nação Brasileira a sua original Vocação de Grandeza Imperial, onde cargo político é missão. Basta lembrar ao povo que já estivemos bem na História, e aos militares do Exército que seu Patrono é o Duque de Caxias.
03 • O estrago foi e continua sendo tão devastador, que têm muita gente (obviamente os mais jovens) priorizando* os 360 ou 400 mortos dos membros da Luta Armada: média de 17 ou 19 pessoas por ano durante os 21 anos dos "Terríveis Anos de Chumbo" (providencialmente se esquecendo das vítimas provocadas por suas ações terroristas), sendo a maioria Terroristas e Guerrilheiros que tentaram impor um Regime Totalitário Comunista, à custa de muito derramamento de sangue, e contra a vontade de ao menos 95% da população brasileira... Em detrimento de se oporem às Mazelas geradas pelos omissos Desgovernos do presente, que vandaliza toda a nação, produzindo anualmente com suas delinquências, omissões, desserviços... Mais de 250.000 cadáveres de brasileiros, além dos mais de 300.000 sobreviventes sequelados.
"Somos nós, do Exército Brasileiro, que temos na consciência o peso da participação na derrubada do Império e que conhecemos a responsabilidade que nos cabe na instauração desta República que, até os dias de hoje, envergonha a história política do Brasil."
General de Brigada Paulo Chagas
04 • Essa prioridade* irracional artificial de mensuração (cegueira), produz um estranho efeito nessas pessoas, gerando um fenômeno de entorpecimento coletivo em relação à tragédia genocida do presente, que diretamente atinge negativamente a vida de todos. Assim passam a priorizar um passado distante ao qual nunca estiveram presente (objetivo dos seus mentores), mesmo que isso não lhes acrescente nenhum benefício (estratégia de manipulação de massas, que pelo visto tem funcionado). Então foi criado um paradoxo pela contínua, sistemática e criminosa manipulação dessas mentes desde tenra idade, fazendo com que ajam como zumbis, perdendo suas capacidades de discernir, pelo menos em relação sobre o quê foi laboriosamente progressivamente implantado sem que percebessem durante suas formações (rebanho amestrado controlado abduzido).
05 • Priorizando* a média de 17 ou 19 mortos por ano, durante os 21 anos da Luta Armada nos “Anos de Chumbo” do passado, obedecendo à programação intencional feita criteriosamente em suas mentes, agem como robôs, negligenciam as mazelas deste Corrupto Omisso Incompetente Poder Constituído do presente, que corrobora com cerca de 60.000 homicídios anualmente, além de deixar outras 60.000 sequeladas (Brasil registrou sozinho 10% dos assassinatos de todo o mundo em 2012). São vítimas atingidas diretamente pelos efeitos da Corrupção e Omissão das Organizações Criminosas das Coligações & Facções Interpartidárias do Poder Constituído, que literalmente explicitamente, além de legislarem em causa própria, agora ficam 365 dias por ano em contínua campanha política, bancada na maioria das vezes com o dinheiro do contribuinte, mesmo que seja indiretamente, quando, por exemplo, se utilizam das aeronaves militares para seus propósitos particulares. 
Fortaleza de Santa Cruz da Barra - Niterói - RJ
06 • Na desconjuntura da institucionalização do crime, além da priorização da imposição sistemática da ideologia de Gênero, os Presidentes dessa Nova República (6ª República), mesmo não cumprindo seus Programas de Governo − cinicamente, continuamente tem inundado a mídia com suas demagogas propagandas enganosas, enaltecendo seus acanhados feitos, que estão aquém das mais básicas obrigações de qualquer governo. O propósito é iludir a grande parcela humilde. Contam com a maioria ingênua agradecida pelo injusto retorno desproporcional às mais altas taxas tributárias do planeta. Esse povo ilusoriamente pensa estar recebendo algum tipo de favor − ignoram que estas esmolas estão longe dos seus direitos essenciais e, inclusive previstos e garantidos pela Constituição, sempre negligenciados pelos desgovernos.
07 • Os Governos não cumprem como deveriam com seus deveres ou obrigações, quando proporcionam menos benefícios do que os básicos Direitos Fundamentais previstos na Constituição... Parlamentar prioriza o seu próprio bolso, seu Partido e sua continuidade na “Carreira Política” em detrimento do investimento do desenvolvimento humano – como abutres, são desses menos favorecidos que se alimentam... São esses que os mantêm em seus cargos políticos com seus votos. A idéia é o emburrecimento ao menos da metade da população e, essa tem sido a regra. Não existe a tal Nobre Missão Política nesta politicagem partidarista governista Republicana Brasileira – nuca existiu. O Ano todo, todos os anos, passam a maior parte do tempo, ora legislando em causa própria, ora explicando o inexplicável dos seus malfeitos, ou então envolvidos com os interesses das alianças e coligações partidárias para as próximas eleições, que nessa República acontece de 2 em 2 anos.
08 • Os “parlamentares” governistas celebram e riem da inoperância, falta de unidade e vontade, dentro das FFAA, subservientes a uma ideologia do crime politiqueiro partidarista. Nesta desconjuntura institucionalizada, nem sei se existe ou em algum momento existiu na Nova República, interesse ou estratégia em reverter o caos desenhado já sendo colocado em prática. Essa gente com suas imundices destrói o maior tesouro da nação na sua essência com o mau-caratismo dos seus exemplos, por estarem aliciando crianças e jovens que amanhã estarão fazendo pior do que estes predadores aos quais se espelham no presente. Isso é crime de Traição à Pátria, Lesa-Pátria, que em nome de uma já há muito fracassada ideologia, além de colocar em risco a Soberania Nacional, degrada qualquer nação a partir da destruição moral da sua reserva humana.
O Terrorista Cesare Battisti em confraternização com Chico Alencar do PSOL, e demais Parlamentares de outros Partidos copartícipes do Regime-Síndico-Comuna-Socialista. 

09 • Moralmente ilegítimo Regime Partidarista Politiqueiro Republicano Brasileiro, com suas Facções Criminosas acordadas interpartidariamente. Ambiente degradado onde é controlado e mantido 50% de Analfabetos Funcionais (Inocentes, Ingênuos e/ou Idiotas úteis), Paraíso dos Políticos Esquerdistas, Direitistas, Centristas, ou seja lá quais suas anômalas ramificações... Neste imoral, demagógico, perverso caricato democrático espetáculo circense de Marionetes Imbecis, são os votos da maioria imbecil que decidem os rumos da nação; pois o voto do imbecil vale tanto quanto o do Sábio. As pessoas votam por identificação, assim! quanto mais imbecil for o candidato, mais o eleitor imbecil se espelha nele, e mais chances o imbecil tem de ser eleito. Neste universo mágico de pantomimas democráticas, a maioria imbecil vence. É evidente que um Governo Republicano Presidencialista por aqui não tem como funcionar e sempre fracassará. Não se iluda, nesta Caricatura Democrática não existe saída pelo voto. Às Organizações Criminosas Aliadas & Coligadas Interpartidariamente não interessa investir em educação, pois é dos imbecis que esta Trágica Ciranda Republicana se alimenta.

 Terrorismo de Estado 
O Terrorista Cesare Battisti homenageado pelo Governador do Rio Grande do Sul Tarço Genro, no Palácio de Governo Piratini (Imagem 03) - Leia nesta outra Matéria, Capítulo - IV - Itens: H), I), J), K), L).
10 • As prioridades cada vez mais tem sido outras: alianças, conchavos, coalizões, desvios predatórios de verbas para seus interesses partidários ou ambições pessoais... Elaboram fórmulas para manterem uma grande parcela da população ignorante, acomodada e dependente das suas ações aliciatórias; tais como as famosas distribuições de esmolas, para destes ingênuos se aproveitarem como bem entender... Que não passa de uma descarada compra de votos para se eternizarem no Poder. Criaram assim uma caricatura democrática para exclusivamente suprir seus mórbidos interesses. Intitulam-se proprietários do Brasil, e que dele podem se dispor da maneira que bem lhes convier... A população que se exploda com a ciranda da politicagem inútil. Neste universo a saída pelo voto passa a ser utópica, e a possibilidade de uma reação para defender a Constituição, a Democracia, assim como a Soberania Nacional destes aventureiros inúteis sem escrúpulos que nunca amaram o Brasil, fica cada vez mais distante...
11 • Mesmo método bizarro utilizado pelas Repúblicas Comunistas do passado e do presente. Indústria do medo com a finalidade de retardar seu lastimável estado avançado de decomposição, para ganharem tempo e concluírem a implantação do "Organismo" há muito idealizado e ambicionado. Ciranda sem fim desta democracia de mentira... Estratégia inescrupulosa de criar dificuldade para vender a ilusão da facilidade, onde a mais básica das obrigações é favor. República autoritariamente imposta, sustentada à custa do sangue de duas centenas de milhares de brasileiros que se opuseram outrora ao seu Regime Fora da Lei. Ditadura Militar oficializada antidemocraticamente por meia dúzia de Traidores da Pátria que legalizaram suas ilegalidades sem uma consulta popular. República alienígena às nossas Raízes Históricas que se mantém criminosamente desde 1889, à custa da construção de um Ridículo falso Brasil sem Identidade, que já aliciou 4 gerações (31 anos cada), com o propósito de se perpetuar.
12 • O povo brasileiro está desgovernado e desorientado... Não sabe mais com quem contar. Desesperado se apega ao "Poder Moderador" das Forças Armadas, às suas obrigações institucionais juradas perante a Bandeira da República do Brasil que inventaram em 1889... Ingenuamente achando que ainda existe os Generais de 1964. Sem saída pelo voto, não há ambiente mais propício e legítimo para o Exército Brasileiro finalmente acordar, honrar o seu Patrono Duque de Caxias, cumprir com o seu dever, reparar a lambança feita por alguns Traidores da Pátria em 1889 e devolver aos brasileiros o que lhes foi tirado, Desproclamando essa República de Mentira (pela lógica, é mais legal anular a República proclamada na ilegalidade, do que anular a Lei da Anistia). Já passou da hora de se resgatar a Gloriosa Nação Brasileira de outrora, que se perde na bruma da memória. 
13 • Só homens aparentemente com algum preparo físico e idade homogênea para exercer qualquer atividade paramilitar (onde estão as mulheres, crianças e idosos destes "refugiados ou imigrantes"?)... E não param de chegar. Cubanos, Haitianos, Dominicanos, Senegaleses, Ganeses e outros Africanos... Para se juntarem a Legião dos milhares de "Médicos Cubanos". Por que essa gente depois de passar por República Dominicana, Panamá, Equador e Peru, entram pelo Estado do Acre na Tríplice Fronteira formada com Peru e Bolívia, e a partir daí é disseminada por cidades pequenas sem nenhuma oportunidade de emprego? Nem as pequenas cidades da Serra Gaúcha estão sendo poupadas. Em pleno Carnaval de 2015 vi dezenas deles em trânsito pelos municípios da região falando um idioma incompreensível para mim, e não param de chegar.
14 • A prostituição parlamentar brasileira, legalizando o ilegalizável... Legitimando o ilegitimável, viabilizando a imposição arbitrária do Organismo Ideológico do Foro de São Paulo. Custe o que custar... Doa a quem doer, nem que seja necessário importar com o dinheiro público imensa massa humana mercenária, que terá autorização para matar brasileiros em solo pátrio, rumando para a consolidação da Pátria Grande da União das Repúblicas Socialistas Sul-Americanas. A prioridade do Ingovernável Cadáver Republicano Brasileiro do Poder pelo Poder, jamais foi a população brasileira, tudo tem girado em torno da pressa para a implantação de obscuras ambições ideológicas. Diante disso, neste Estado Distorcido Depravado de Coisas, a possibilidade de se reverter o Desastre Nacional sem uma Intervenção Federal Constitucional Ampla e Irrestrita, contando apenas com as instituições dantes democráticas já há muito aparelhadas... É nula.
O Patrono do Exército Brasileiro - Duque de Caxias
- IV -
Defesa da Pátria é Dever Supra-Constitucional
Considerações sobre o Artigo 142 da Constituição Federal de 1988 
A) Como não poderia deixar de ser, na Defesa da Pátria e dos Poderes Constitucionais, a iniciativa deve ser dos Comandantes das Forças Armadas, em cumprimento de dever de ofício, porque a defesa da Pátria não pode subordinar-se à vontade política, de indivíduos, autoridades ou partidos e, nem de interesses econômicos, nacionais ou transnacionais.
B) Embora, a principal missão institucional das F.A., a defesa da Pátria, seja supra-constitucional, a própria Constituição Federal, como restou demonstrado no texto acima, em seu art. 142, determina, que em caso de defesa da Soberania Nacional, o dever prioritário é dos Comandantes Militares, sem a necessidade de licença ou convocação de ninguém!
C) A interpretação distorcida do art. 142 da Constituição Federal, segundo a qual, as Forças Armadas só poderão defender o Brasil mediante prévia convocação dos poderes constitucionais, interessa, apenas, aos exploradores e traidores da Pátria, todos incursos no típico do art. 142 do Código Penal Militar, que agem certos da impunidade, porque jamais convocarão as Forças Armadas.
D) Somente as F.A., no cumprimento da sua MISSÃO INSTITUCIONAL, têm condições de garantir a auto-determinação político-econômica do Brasil, porque a “classe política”, que determinou os destinos do país nos últimos 20 anos, tem mantido a nação artificialmente na miséria, permitindo o desvio das suas riquezas, em cumprimento às ordens do seu controlador externo.

E) Ora, se o poder de polícia judiciária militar foi exercido, monocraticamente, por um comandante de Organização Militar, no Rio de Janeiro, quando do furto de alguns fuzis, é evidente, que deva ser exercido, sempre que a Soberania Nacional for ameaçada; como vem ocorrendo, sistematicamente, com a formação de “Reservas Indígenas” maiores do que muitos países, “preferencialmente”, em ricas províncias minerais, atendendo às pressões do controlador externo de nossos governantes. 
F) O Brasil é país mineral, cuja população não usufrui dessas riquezas, que são contrabandeadas ou têm suas exportações fraudadas por subfaturamento (NIÓBIO), com a conivência das autoridades. Como a “entrega de parte do território nacional” é o típico do art. 142 do Código Penal Militar, a competência para instaurar o inquérito policial militar é dos comandantes de área, que não estão sujeitos a “convocações” ou “autorizações” para cumprir o seu dever. 
G) O escândalo do “Mensalão”, que veio a lume recentemente, envolve alguns bilhões de reais desviados do Tesouro Público, quantia insignificante, se comparada às fraudes minerais diversas, que dão prejuízos diários ao Brasil de, pelo menos, 500 milhões de dólares americanos. Traição, que compromete a Soberania Nacional, o futuro da Nação Brasileira e a Segurança das Américas, cujos destinos são interdependentes. 
H) A solução para todas essas mazelas é a autodeterminação da Nação Brasileira, através de suas Forças Armadas, no cumprimento de sua Missão Institucional, esculpida no próprio artigo 142 da Carta Magna: A DEFESA DA PÁTRIA! 
Fim dos Fragmentos do Artigo de Antônio Ribas Paiva

- V -
As Crises Institucionais cada vez mais se agigantam...
URL da Imagem
Palácio Duque de Caxias – Pantheon de Caxias (Porto da Estrela, 25 de agosto de 1803 — Desengano, 7 de maio de 1880) – Sede do Comando Militar do Leste.
I) Comando Militar do Leste, onde está o Poder de discernir sobre o perigo iminente que ameaça a nação Brasileira, tendo à frente o Pantheon de Caxias, Grande Militar e Estadista da História do Império do Brasil, Proclamado Patrono do Exército Republicano Brasileiro em 1962. Ainda no Império, o Marechal Deodoro da Fonseca em 15 de novembro de 1889, aliciado por alguns membros republicanos da Maçonaria Brasileira, traiu seu juramento feito à Bandeira Nacional Imperial Brasileira, inaugurando arbitrariamente o primeiro Estado de Exceção Republicano da História do Brasil; que depois de fracassar, os insistentes republicanos inventaram as subsequentes 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e esta última 6ª também decadente República. 
URL

1) A República Brasileira para se manter apelou por concentrar todos os direitos e regalias no Estado, excluindo sistematicamente as liberdades e prerrogativas individuais. Imposto como um Regime Totalitarista Presidencialista Republicano, inaugurou a primeira Ditadura Republicana Brasileira. Seu “Proclamador” e também primeiro Presidente da República, cedo foi deposto em função da sua fracassada experiência como Ditador do Estado de Exceção que acabara de ajudar a criar, caracterizado por diversas Crises Institucionais & Constitucionais, que desestabilizaram e arruinaram o país, cujas suas desastrosas consequências se estenderam pelo futuro. Desiludido o Marechal Deodoro da Fonseca quis ser enterrado sem a farda que caracterizava a instituição que dizia liderar. Hoje temos o paradoxo do Brasil se pretender democrático e sério, fazendo um Feriado Nacional em dia de Golpe de Estado.
2) As Crises Institucionais cada vez mais se agigantam nesta Decadente República, de fracasso em fracasso já somam: 12 Estados de Sítios, 17 Atos Institucionais, 6 Dissoluções do Congresso, 19 Revoluções ou Intervenções Militares, 2 Renuncias Presidenciais, 3 Presidentes Impedidos, 4 Presidentes Depostos, 6 Constituições Diferentes, 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários... Ao longo destes últimos 124 anos dos tortuosos meandros de falcatruas, fracassos... Ilusões. Não satisfeitos agora mais uma vez querem REFUNDAR a desgraça que foi e está sendo esta 6ª REPÚBLICA, reinventando uma tal 7ª República salvadora da pátria, porque finalmente descobrem que não tem funcionado. Quando vão descobrir que o problema está nessa moralmente ilegal República de Mentira?

3) Na Desgraça Nacional Republicana Brasileira, entre os Mandos e Desmandos nesses 125 anos de estagnação e fracassos, já se somam:
● 12 Estados de Sítios,
● 17 Atos Institucionais,
● 6 Dissoluções do Congresso,
● 19 Revoluções ou Intervenções Militares,
● 2 Renuncias Presidenciais,
● 3 Presidentes Impedidos,
● 4 Presidentes Depostos,
● 6 Constituições Diferentes,
● 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários...

4) Mais os 29 últimos anos perdidos com a 6ª tentativa de ressuscitar a República Brasileira com a fracassada invenção dessa Nova República, que nos conduziu mais uma vez a um grande vazio. E tudo indica que a burrice dos dementes políticos republicanos brasileiros, indiferentes ao que já funcionou a contento na história dessa nação fundada em 1822 como um Império, continuarão como insaciáveis varejeiras, investindo na inauguração de novas repúblicas brasileiras:
● - República Velha - 1ª República (18901930): Ditadura
● - República da Espada (1894): Ditadura
● - República do Café-com-Leite
● - Aniversário dos 50 anos da Proclamação da República.
● - Era Vargas - (19301945): Ditadura - Regime Totalitário & Autoritário
● - Quarta República (19461964)
● - Governo Provisório (Brasil)
● - Governo Constitucionalista
● - Estado Novo
● - Último Regime Militar - 5ª República (1964–1985): Ditadura - Castelo BrancoCosta e SilvaMédiciGeisel e Figueiredo.

5) Constituições do Brasil Independente:
● Constituição de 1824 - 1ª Constituição do Estado Brasileiro Independente e Soberano. Funcionou durante todo o período Monárquico Parlamentar Constitucional Representativo no Império do Brasil (18241889).
● Constituição de 1891 - 1ª Constituição da República
● Constituição de 1934 - 2ª Constituição da República
● Constituição de 1937 - 3ª Constituição da República
● Constituição de 1946 - 4ª Constituição da República
● Constituição de 1967 - 5ª Constituição da República
● Constituição de 1988 - 6ª Constituição da República

        PROFECIA DE GEISEL 1974/1979
“Se é vontade do povo brasileiro eu promoverei a Abertura Política no Brasil. Mas, chegará um tempo que o povo sentirá saudade da Ditadura Militar. Pois muitos desses que lideram o fim da ditadura não estão visando o bem do povo mas sim seus próprios interesses”


Communism - Comunismo


- VI -

A Moralmente Ilegítima Forma Republicana de Governo Brasileira Fracassou.

A) - A Luta Armada Brasileira jamais foi legitimada pela população, tanto pelas suas propostas, quanto por suas características (métodos) das suas ações. Não existe legitimidade em cobrar qualquer coisa de quem a derrotou e a anistiou, ao contrário do que certamente fariam... A derrota da Luta Armada Brasileira, não promoveu o banho de sangue como os socialistas fizeram em Cuba, na URSS e na China. Tampouco foi “necessário” matar 30.000 pessoas como ocorreu na Argentina, país com uma população 5 vezes menor que a brasileira. 
B) - Apesar de a população brasileira ser maior do que a soma das populações dos outros países da América do Sul incluindo Cuba do Caribe, dentre os membros e/ou colaboradores da Luta Armada, durante todo o período dos famosos 21 Anos de Chumbo, morreram ou desapareceram cerca de 400 pessoas, segundo o Livro Direito à Memória e à Verdade, publicado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos (média de 19 pessoas por ano). Comparando-se este fato ao que aconteceu nas ditaduras do Chile: 3.000 mortos; Argentina: 30.000 mil mortos; e como parâmetro na Ditadura Comunista Cubana, país hoje com apenas 11 Milhões de habitante: 85.000; proporcionalmente às características do Brasil, a vitória sobre os grupos que pretendiam implantar arbitrariamente, à custa de muito derramamento de sangue a tal Ditadura do Proletariado (Comunista), teve um número de mortos relativamente reduzido. 
C) - Os brasileiros jamais aderiram ao terrorismo. A justificativa: “O impulso de destruir é também um impulso criativo”, nunca fez escola entre nós. Influenciou um ou outro pervertido. Chacinar autoridades ou pessoas comuns, detonar bombas na multidão, explodir instalações públicas, como sucede rotineiramente em países conhecidos pela irracionalidade de minorias políticas e religiosas, não integram os nossos costumes. O povo mais de uma vez manifestou repugnância a facínoras insensíveis que, em nome de ideologia extremista, ou por mera propensão homicida, não vacilam em sacrificar homens, mulheres e crianças, em sangrentos atentados a tiros ou à bomba. 
D) - Não foi a Violência da Dilma Terrorista que ajudou a derrubar a Ditadura Militar. Foram as ações dos militares que depois de derrotarem a violência de pessoas como Dilma, que redemocratizaram o país, na época em que estas pessoas pretendiam implantar à custa de muito derramamento de sangue uma Ditadura Comunista no Brasil. A última Ditadura Militar nunca foi derrubada, pois foram os próprios “Ditadores” que depois de derrotarem os Terroristas e a Luta Armada, promoveram a abertura política. A Intervenção Militar de 64 aclamada e legitimada pela expressiva maioria da população nunca se caracterizou como Revolução, tampouco posteriormente como uma Ditadura de fato. 
E) - Após o povo sair às ruas pedindo uma atitude enérgica das forças armadas perante o caos que se instalou em 1964, os militares devolveram a ordem ao país durante 20 anos. A entrega do poder não foi possível antes porque os Atentados Terroristas, Luta Armada & Guerrilha, que não visavam a democracia, não permitia ambiente propício para tal. Aos 14:25 do Vídeo: A Ligação umbilical, a ligação vital, que existiu entre os Guerrilheiros Brasileiros e a Revolução Cubana/o Governo Cubano, trouxe aqui o testemunho insuspeito neste caso, do Senhor José Dirceu que afirma: “A geração que chegou ao Poder deve muito à Cuba, sou um cubano brasileiro ou um brasileiro cubano".
F) - A Lei N.º 6.683, da Anistia (da Abertura Ampla Geral e Irrestrita), sancionada em 28 de agosto de 1979 pelo Presidente João Figueiredo, concedeu perdão aos responsáveis por seus crimes cometidos entre 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979, tanto para os autores dos atentados terroristas, quanto para os crimes cometidos pelos Agentes de Estado. Os beneficiados ganharam a oportunidade de retornar à política, às atividades acadêmicas, ao jornalismo, aos negócios, quase sempre obtendo sucesso... Como temos visto até os dias de hoje. A legislação, de caráter excepcional, justificava-se naquele momento como prova inequívoca do compromisso assumido pelo Governo Militar de pacificar a Nação. Em tal circunstância, procurou-se passar a borracha no passado, isentando de culpa, e do cumprimento de pena, réus civis e militares...
G) - Providencialmente estes que pretendiam impor arbitrariamente uma Ditadura do proletária pelo terror, e com muito derramamento de sangue de inocentes, prontamente aceitaram juridicamente a proposta. Posteriormente portando-se como vítimas de um Estado Opressor... Todos eles consideraram mais que justas suas gordas indenizações “reparadoras” vitalícias. Apesar deste final supostamente construtivo, a maioria desses “derrotados”, agora pretendem anular a Lei da Anistia, obviamente sem deixar de receber suas indenizações, apesar das suas vítimas nada receberem, além de tentarem punir (nem que seja moralmente) quem os combateu.
H) - Uma prova contundente do caráter dessas pessoas é o caso do deportamento dos Atletas cubanos, e da adoção pelo Governo Brasileiro contra a vontade dos brasileiros, do Terrorista italiano Cesare battist condenado por vários assassinatos; indivíduo sanguinário e premeditado, que a pretexto de pertencer a organização anarquista, matou e mutilou inocentes... Não em legítima defesa, mas de forma impiedosa, alimentada por seu instinto sádico. Por razões óbvias, esta gente que hoje é poder, protege seus iguais, contribuindo para a impunidade que impera na República de Mentira Federativa Brasileira.
I) - Inocentar Cesare Battisti, como fez o então Presidente Lula orientado por seus asseclas, cuja incapacidade de entender a grandeza e as responsabilidades do cargo, tem o caráter de anistia individual extemporânea, em benefício de um criminoso comum condenado à prisão perpétua, que ingressou no Brasil clandestinamente com documentos de identidade falsos. O gesto insólito viola tratado celebrado com a Itália, agride o Direito Internacional Público e revela que, em detrimento do Direito italiano, fruto de milenar construção de consagrados juristas. Lula fez com que o Brasil optasse internacionalmente pela ilegalidade da Camorra. Portanto não existe mais no Brasil o tão celebrado pela Classe Jurídica e Política Brasileira, o Estado Democrático de Direito.
J) - Por outro lado, quando os Atletas cubanos que nem criminosos eram, supondo que o Brasil fosse um país soberano e democrático pediram asilo, qual foi a atitude do Governo Lula?... Os deportaram para Cuba atendendo um pedido do seu camarada Fidel Castro sem a menor cerimônia, para lá serem punidos pelo "gravíssimo crime" por desejarem permanecer no Brasil. O Governo do PT literalmente os prendeu, julgou, condenou e os puniu devolvendo-os para a Ilha Prisão cujo Regime Totalitário Opressor Comunista tanto admira.

K) - Portanto está claro e óbvio que os iguais mais uma vez se protegeram. Ainda não entenderam?... Se o Governo Brasileiro composto por pessoas que na época dos "Anos de Chumbo" sem o menor escrúpulo fazia o mesmo, os Senhores estavam esperando que eles assinassem mesmo que fosse simbolicamente suas próprias sentenças, extraditando este tal de Terrorista e assassino CESARE BATTISTI, cuja prioridade deles hoje é distorcer as verdades para limparem seus nomes com o propósito de ficarem bem na história, através da tal unilateral Comissão da Verdade criada por eles mesmos, sem nenhum compromisso com a veracidade dos fatos...  
L) - É isso Senhores, então sem argumentos convincentes sobre o caso Battisti, o Governo Lula deu uma desculpa deslavada sobre "Soberania Nacional", desmoralizando o país perante o mundo para agradar o povo brasileiro desinformado; àquele que os elegem... Os Idiotas Úteis, os Analfabetos Funcionais. Fundamentada em meias verdades, esta Comissão da "Verdade", além de revanchista, unilateralmente pretende reescrever um passado heróico que nunca existiu, distorcendo a História que será ensinada nas escolas. A Comissão explicitamente visa construir um véu negro de mentiras sobre os propósitos da Luta Armada, seus métodos e/ou atrocidades utilizados visando o seu objetivo final: a implantação contra a vontade da sociedade brasileira de uma Ditadura do Proletariado (Comunista), enganando esta e as próximas gerações... Numa fantástica pantomima onde se travestem de heróis. 
M) - Partido (Único) Nacional Socialista (Nazista) dos Trabalhadores Alemães (da República Alemã), quanto o Partido (Único) Comunista (Socialista) da União das Repúblicas Soviéticas, buscaram inspiração nas idéias de Karl Marx. Costuma-se dizer que Comunismo é a Ditadura da Esquerda, enquanto o Nazismo seria a Ditadura da Direita. Nada mais falso, tanto o Nazismo quanto o Comunismo têm inspiração marxista. Ambos compartilham do ódio contra a burguesia, desrespeitam a propriedade privada (basta ver os confiscos realizados por ambos Regimes Totalitários Republicanos), do desprezo pelas liberdades individuais, da glorificação do Estado como centro das atenções, e da respectiva diminuição da importância do papel do indivíduo. Além disso, estes Regimes Republicanos pregam a planificação da economia, isto é, defendem o planejamento central da atividade econômica." Na História, todos estes regimes totalitários socialistas/comunistas, foram impostos se utilizando de métodos genocidas.
N) - Todos os Países Comunistas são Regimes Totalitaristas Republicanos: (Liberdade, Igualdade, Fraternidade... Ou a Morte)... A Revolta PopularDemocracia Direta Republicana do Poder PopularPoder do Povo, A Nova "Democracia", Comitê de Salvação Pública, Tribunal Comunitário... O Poder é do Povo até quando Interessa. Esta história já tem mais de dois séculos; 224 anos após a Revolução Francesa isso ainda não se concretizou. Destruiu, exterminou, e nada de útil, virtuoso e verdadeiro acrescentou; igualzinho aqui. «Liberté, Égalité, Fraternité, ou la Mort», texto exibido em um cartaz anunciando a venda de biens nationaux (1793). Logo após a revolução este lema foi escrito em algum momento como "Liberdade, Igualdade, Fraternidade, ou Morte", a parte "Morte" foi posteriormente suprimida por ser muito fortemente associada com o Reino do Terror. Durante a Ocupação Alemã da França na Segunda Guerra Mundial, este lema reacionário foi substituído pela frase "Travail, Famille, Patrie" (Trabalho, Família, Pátria). Após a Libertação, o Governo Provisório da República Francesa (GPRF) restabeleceu o lema republicano: Liberté, Égalité, Fraternité, reincorporando-o na Constituição Francesa.

O) - Interessante que os Inocentes Analfabetos Funcionais, Políticos e afins republicanos: Direitistas, Esquerdistas, Centristas de qualquer coisa... Nada falam do GOLPE DE ESTADO, que numa trágica mágica reduziu o Império do Brasil que ombreava com as três mais poderosas nações do planeta, à condição de nação de terceira categoria pertencente a um Terceiro-Mundismo que providencialmente inventaram, lambuzada no pegajoso lodo da imundice do submundo de um inimaginável Mar de Esgoto, Paraíso desse Violentado Estado que deveria ser Democrático de Direito, dirigido por Organizações Criminosas Interpartidárias Aliadas e Coligadas ao Poder Constituído Central da República Federativa do Brasil. Até parece que por alguma razão estranha, estes Senhores nas suas fúteis utopias republicanas, acreditam mesmo que o Brasil foi inventado pela República em 15 de novembro de 1889, marco fundamental da inauguração do primeiro Estado de Exceção da História do Brasil. 
O Terrorista Cesare Battisti em confraternização com Chico Alencar do PSOL, e demais Parlamentares de outros Partidos copartícipes do Regime-Síndico-Comuna-Socialista. 

Este vídeo acrescenta mais conteúdo a esta Matéria:


 Operação Brother Sam, como os EUA fomentaram e deram apoio ao início do Regime Militar 
https://www.youtube.com/watch?v=Pbnw_2zbDPA&t=137s
- VII -
7 de setembro de 1822
"Nesse dia, com o Grito do Ipiranga, a Nação Brasileira ganhou identidade, independência, soberania e liberdade. Hoje, corremos grande risco de perdê-las."
“É, todavia, difícil compreender por que, até o fim do reinado de Pedro II, o Brasil era um país mais promissor que os EUA, mais importante que a China, a Índia, o Japão, a Coréia e quase todos os países europeus - de onde vieram muitos imigrantes - e hoje ocorre o oposto: o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA é cerca de 13 vezes maior que o nosso e essa nação possui o maior poderio científico, tecnológico, econômico e militar do planeta; a Coréia do Sul, há 40 anos, era um dos países mais atrasados do mundo e hoje é mais desenvolvido que o nosso. No Brasil, após 118 anos, o regime republicano mantém uma legião de analfabetos, oferece educação da pior qualidade e exames feitos por instituições internacionais comprovam que seus alunos se classificam entre os mais despreparados do mundo. Os sucessivos governos republicanos não foram capazes de resolver as questões mais elementares de educação, saúde, transporte, saneamento e segurança.”
(José Carlos de Almeida Azevedo País Medíocre)
I • No universo demente republicano brasileiro, na farra dos 35 inúteis Partidos que nada acrescenta, só subtrai, Levy Fidelyx tem sido quase exceção junto com Jair Bolsonaro, por estar sistematicamente denunciando o Rolo Compressor do Foro de São Paulo, ambição do Partido dos Trabalhadores (PT), inventado por Lula e Fidel, apoiado pela Presidência da República representada na figura da Presidente Dilma Rousseff. Quando essa gente lobotomizada desde tenra idade nos bancos das escolas, que idolatra Políticos, Ícones & heróis de Barro ideológicos, Partidos... Vai começar a se indignar com coisa séria, como o Estupro Coletivo promovidos pelas orgias promíscuas sequeladoras das avassaladoras ejaculadas múltiplas com o dinheiro público, que vem assassinando milhões de brasileiros ao longo dos últimos 30 anos, pelas Pegajosas Insaciáveis Ventosas dos Tentáculos das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias Copartícipes dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, à serviço das Organizações Criminosas da Descarada Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central... Chega de serem ridículos, basta da lambança dessa masturbação infinita ideológica predatória, gozada todos os dias na cara dos brasileiros.

• Procurador de Joinville Davy Lincoln Rocha é afastado por texto publicado no Facebook, supostamente por sugerir Intervenção Constitucional Militar no Brasil:
II • (...) Enfrenta a Nação Brasileira, neste instante, uma fase de perigoso retrocesso político, moral e intelectual, gerada por acidentes históricos, de caráter eleitoral, que submeteram o País ao poder de interesses políticos, conduzidos por lideranças contrárias aos valores tradicionais da sociedade brasileira. Há mais de duas décadas, o que, a princípio, vinha sendo anunciado como “consolidação da democracia” pelas “predestinadas” figuras de líderes populistas foi-se tornando visível, pela concretização das intenções que moviam tal “consolidação democrática”, frustrando a expectativa da sociedade, por natureza, complacente. (...)
III • (...) Pequenos deslizes de natureza política deram lugar a comprovados e, portanto, deploráveis casos de corrupção aos olhos perplexos da Nação que esperava, inversamente, uma mudança drástica de comportamento político, ou seja, a valorização da competência, da responsabilidade, da justiça e da honestidade no trato da coisa pública. A quantidade e a dimensão dos desvios administrativos foram-se agigantando de tal modo, que poucas palavras já não são suficientes para defini-los. (...)
IV • República de Mentira de Políticos Inúteis gerados por esta Matriz Defeituosa, que por mais que se esforcem jamais se libertarão das trevas da ignorância, ou da teia pegajosa das delinquências & inconsequências, que os atraí como insaciáveis moscas varejeiras a se grudarem no lodo do deleite das suas lambanças e conivências. Onde a regra é a impunidade... Paraíso das falcatruas e incompetências, que mantém cuidadosamente o povo ignorante, para dele desesperadamente se alimentar e perpetuar. Ilusão pensar que ainda exista saída pelo voto, para reverter este degradado ambiente de inconstitucionalidades, que arrasta este Brasil sem esperança no futuro, perigosamente pelos meandros das irracionalidades em direção aos abismos das trevas. Isso tem que ser revertido, desconstruído, para reencontrarmos nosso Destino de Grandeza interrompido por uma traição
V • A Doutora no vídeo abaixo defende com veemência a inútil e moralmente ilegítima forma republicana de governo brasileira, além de demonstrar ser admiradora da Seita Positivista de Auguste Comte – aos 27:10 ― Defender a Forma de Governo Republicana Presidencialista Brasileira da Seita Positivista, alienígena às nossas raízes históricas e a legítima identidade nacional (nunca existiu identidade nacional republicana brasileira), parida defunta em 15 de novembro de 1889 com a tragédia da inauguração da primeira Ditadura Militar da História do Brasil, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro numa sucessão de ditaduras civis e militares... Usurpando o Brasil dos brasileiros nesses 128 de retrocessos e fracassos, que conduziu pela 6ª vez a nação a este grande nada absoluto – obviamente não é defender o Brasil. No desastre republicano brasileiro, a defesa da pátria é dever Supra-Ideológico, Supra-Partidário e Supra-Constitucional. A extinção da República nada tem a ver com a extinção das Forças Armadas como a Professora afirma; assim como a extinção do Império do Brasil não extinguiu as Forças Armadas. Cabe as Forças Armadas a Defesa da Pátria, não a defesa do Governo, não a defesa da Forma de Governo Republicana em si, e sim a defesa do Brasil. 


Links: A - B - C - D
VI • "Ordem e Progresso", utilizado na bandeira republicana do Brasil, é inspirado pelo lema de autoria do positivista francês Auguste Comte; é o lema nacional da República Federativa do Brasil a partir do momento de sua formação. A expressão é o lema político do positivismo, forma abreviada do lema: "O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim" (em francês L'amour pour principe et l'ordre pour base; le progrès pour but.). Foi colocado na segunda bandeira da então República dos Estados Unidos do Brasil (pois a primeira não passava de uma caricatura da Bandeira dos Estados Unidos da América do Norte), pelo fato das principais pessoas envolvidas na conspiração que depôs a monarquia com um golpe de traição em 15 de novembro de 1889, impondfo arbitrariamente a República no Brasil como a primeira e mais sangrenta Ditadura Militar da História do Brasil, serem maçons e seguidoras da Seita Positivista de Comte. 

VII • Defender a manutenção da imundície da Ilegítima Ditadura Republicana Genocida Brasileira, que seguiu matando pelo futuro milhões com suas inconsequências, negligências, omissões... É de uma falta de conhecimento extrema, de uma burrice crônica absoluta, ou de uma voracidade predatória sem precedentes... Apenas caindo Dilma com o seu "Perda Total", mesmo que seja junto com suas coligações (Partidos dos Partidos...) das Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias-Copartícipes dos Regimes-Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicano, Alinhada a Política Transnacional Continental Latina Americana do Foro de São Paulo... Quase nada mudará nessa decadente República de mentira nunca proclamada de fato - a sujeira mais uma vez apenas mudará de mãos. 
VIII • Não será com idéias alienígenas às nossas raízes, Fórmulas Mágicas “Salvadoras da Pátria, Ícones, Efígies, Barretes Frígios, Símbolos, Bandeiras, Partidos, Regimes... Inclusive Repúblicas dos outros; que o Brasil reencontrará o seu Destino de Grandeza interrompido por uma traição. Não importa qual seja a bruxaria aplicada. É exatamente este o drama desta Ciranda que tem se perpetuado nestes 126 anos de retrocessos... Conduzindo a nação a um Grande Nada. 

URL
IX • Não confunda a Bandeira da Forma de Governo Vigente com o Brasil. Diferentemente do que ocorreu, por exemplo, na independência dos EUA, o Estado Brasileiro Livre e Independente surgiu em 1822 como Império do Brasil, com a Forma de Governo Monárquica Parlamentar Constitucional Representativa. A Bandeira da República Federativa do Brasil é apenas um dos símbolos do Regime Político do Estado Brasileiro, que se "reorganizou" para a desgraça da nação como república, a partir do Golpe de Traição de 15 de novembro de 1889, de maneira a impor o seu poder sobre a sociedade... Ame o Brasil sem venerar esse "Regime" que tem sido a Desgraça Nacional. Não se preocupe, as cores Nacionais Verde e Amarelo, serão as mesmas usadas desde a Fundação do Estado Brasileiro Independente e Soberano em consequência do 7 de setembro de 1822. Entendeu?... 
- VIII -
Intervenção Federal Constitucional 
É parte integrante da matéria:
URL
SE UTILIZAR LEGITIMAMENTE HOJE DE UMA INTERVENÇÃO MILITAR PREVISTA NA CONSTITUIÇÃO (artigos 1º, 2º, 142º e 144º), SEM DERRUBAR A PRINCIPAL CAUSA DA DESGRAÇA NACIONAL, É SE LIMITAR NOVAMENTE A UM GRANDE NADA. NÃO PASSA DE UMA EMERGÊNCIA DO PRESENTE, PORÉM UM INVESTIMENTO CERTEIRO NUM NOVO FRACASSO.
URL

Quanto ao Impeachment de um Presidente nesse Estado Desconjuntoral de Coisas Aparelhadas já Institucionalizadas & Constitucionalizadas, apenas contribui para o prejuízo de todos, em função do prolongamento da agonia dessa Decadente República de Mentira, redirecionando mais uma vez o Brasil a um novo Nada Absoluto. Derrubar a Fracassada Forma Republicana de Governo é a Solução Definitiva contra os Corrosivos Políticos que não passam de Predadoras Hienas, juntamente com seus Partidos. Essa Desgraça Nacional Republicana é Responsabilidade do Exército dito de Caxias, e cabe a esse Exército o dever e a obrigação em desfazer seu malfeito sem que ninguém o autorize para que o faça... Devolvendo o Brasil para os brasileiros. Ninguém o autorizou quando inventou à revelia a Defunta República dos Estados Unidos do Brasil em 15 de novembro de 1889. Então que conserte a sua lambança.

Na época da Independência, as Cortes Revolucionárias de Lisboa, enviaram ao então Príncipe Dom Pedro um ultimato de seu regresso a Portugal, no entanto os Brasileiros lutaram até o último instante pela permanência do Príncipe, que culminou no Dia do Fico. Em sua coroação a 1 de Dezembro de 1822, recebe o título de “Defensor Perpétuo”. Mas em sua aclamação recebeu o título “Unânime Acclamação dos Povos”.
A imagem se refere a Direita e a Esquerda Republicanas do Brasil.
Interessante é que os Inocentes Analfabetos Funcionais, Políticos e afins republicano: Direitistas, Esquerdistas, Centristas de qualquer coisa... Nada falam do GOLPE DE ESTADO, que numa trágica mágica reduziu o Império do Brasil que ombreava com as três mais poderosas nações do planeta, à condição de nação de terceira categoria pertencente a um Terceiro-Mundismo que providencialmente inventaram, lambuzada no pegajoso lodo da imundice do submundo de um inimaginável Mar de Esgoto, Paraíso deste suposto Violentado Estado Democrático de Direito, dirigido por Organizações Criminosas Interpartidárias Aliadas e Coligadas ao Poder Constituído Central da República Federativa do Brasil. Até parece que por alguma razão estranha, estes Senhores nas suas fúteis utopias republicanas, acreditam mesmo que o Brasil foi inventado pela República em 15 de novembro de 1889, marco fundamental da inauguração do primeiro Estado de Exceção da História do Brasil. 
Os Regimes de Exceção: Autoritários, Totalitários, Ditatoriais... Que suprimiram as liberdades alcançadas pela Democracia da Monarquia Parlamentar Imperial Brasileira, a partir de 15 de novembro de 1889, são invenções dessa República Golpista nunca proclamada de fato, imposta arbitrariamente como o primeiro regime ditatorial militar da História do Brasil. Tragédia que interrompeu o nosso destino de grandeza, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro...
Não se prostitua nessa promiscuidade política partidária republicana brasileira. Pare de defender ou idolatrar partidos e políticos. Políticos não passam de Funcionários Públicos muito bem pagos com as mais altas taxas tributárias do planeta, para servirem ao país e os anseios do povo. Quem paga seus altos salários é você, eles são teus empregados... Só que eles não querem que você saiba disso.
URL 
- IX -
Brasil República & Desgraça Nacional

A Tragédia Nacional da Inútil Fracassada República de Mentira da Seita Positivista que Acabou com o Brasil 

Os Regimes de Exceção: Autoritários, Totalitários, Ditatoriais... Que suprimiram as liberdades alcançadas pela Democracia da Monarquia Parlamentar Imperial Brasileira, a partir de 15 de novembro de 1889, são invenções dessa República Golpista nunca proclamada de fato, imposta arbitrariamente como o primeiro regime ditatorial militar da História do Brasil. Tragédia que interrompeu nosso destino de grandeza, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro...

Em 7 de setembro de 1822 o Brasil se emancipa, culminando em seguida na Fundação do Império do Brasil Independente e Soberano. Constitui um Governo pela Forma Monárquica Parlamentar Constitucional Representativa, considerada a mais liberal e democrática entre o universo das nações em seu tempo. No Segundo Reinado, a Armada Imperial junto com a Marinha Mercante foi a 2ª Potência Naval do Planeta. Com status de 3ª Economia e Potência Global, ladeava com Inglaterra, França e Estados Unidos, como uma das nações mais respeitadas. O Destino de grandeza do Brasil foi interrompido em 15 de novembro de 1889, por um Crime de Alta Traição cometido por alguns membros da Seita Positivista.
Com o golpe militar de 15 de novembro de 1889, que depôs Dom Pedro II, o Brasil deixa de ser um Império seis dias após o baile da Ilha Fiscal na Capital do Império, ocorrido no sábado de 9 novembro de 1889, em homenagem aos oficiais do navio chileno "Almirante Cochrane". À partir do ato simbólico da Proclamação da República do Brasil pelo Marechal Deodoro da Fonseca, formalizado em 15 de novembro de 1889, um novo regime é estabelecido e, assim, surge o período da história brasileira denominado Brasil República que perdura até os dias de hoje. Após a formação da república, o Brasil teve vários nomes posteriores, conforme as alterações no governo, incluindo "Estados Unidos do Brasil".

Com relação a fundamentação filosófica dos grupos militares e latifundiários (ruralistas), a filosofia de Augusto Comte, o Positivismo teve papel marcante e relevante, inclusive com a participação da Igreja Positivista do Brasil, fundada no dia 11 de maio de 1881 por Miguel de Lemos. De acordo com Valentim: "A Constituição Republicana, orquestrada no contexto da Proclamação da República, sinaliza à compreensão de como o ideário do Positivismo criado na França por Augusto Conte, enquanto corrente de pensamento norteadora, juntamente com a Constituição dos Estados Unidos, influenciaram no texto constitucional brasileiro promulgado em 1891."

"República Federativa do Brasil" é o nome oficial atual do Brasil, uma democracia (ainda considerada Imperfeita pelo Índice de Democracia avaliados pelos órgãos especializados internacionais) presidencialista, reestruturada em 1986 com o fim do último Regime Militar Ditatorial inserido e formalizado em 1 de abril de 1964 pelo Exército Brasileiro.
Em 7 de setembro de 1822 o Brasil se emancipa, culminando em seguida na Fundação do Império do Brasil Independente e Soberano. Constitui um Governo pela Forma Monárquica Parlamentar Constitucional Representativa, considerada a mais liberal e democrática entre o universo das nações em seu tempo. No Segundo Reinado, a Armada Imperial junto com a Marinha Mercante foi a 2ª Potência Naval do Planeta. Com status de 3ª Economia e Potência Global, ladeava com Inglaterra, França e Estados Unidos, como uma das nações mais respeitadas. O Destino de grandeza do Brasil foi interrompido em 15 de novembro de 1889, por um Crime de Alta Traição cometido por alguns membros da Seita Positivista.
A despeito da intensa propaganda republicana, a idéia da mudança de regime político não ecoava no país. Em 1884, foram eleitos para a Câmara dos Deputados, apenas três republicanos. Na legislatura seguinte, apenas um conseguiu ser eleito. Na última eleição parlamentar realizada no Império do Brasil, a 31 de agosto de 1889, o Partido Republicano só elegeu dois Deputados. Percebendo que não conseguiriam realizar seu projeto político pelo voto, os republicanos contrariando a democracia da Monarquia Parlamentar (Constitucional) do Império do Brasil, optaram por concretizar seus ideais alienígenas adversos à autêntica Identidade Nacional pelos piores caminhos possíveis. Apelando pelo Golpe de Estado (Militar), fundando o primeiro Estado de Exceção da História do Brasil.

O primeiro partido republicano no Brasil foi o Partido Republicano Paulista, (PRP), criado na Convenção de Itu em 1873. O PRP era um partido legalizado apesar de o Brasil ser uma Monarquia. O PRP conseguiu eleger apenas três deputados na Assembléia Geral de Deputados durante toda a sua existência no Império do Brasil (1822-1889), porém, conseguiu infiltrar-se no meio militar, o que foi decisivo para a queda da Monarquia Parlamentar Constitucional Representativa Imperial Brasileira, conseguintemente do Imperador Dom Pedro II, para fundarem arbitrariamente a República dos Estados Unidos do Brasil.
O Golpe ocorreu na Praça da Aclamação (atual Praça da República) na Cidade do Rio de Janeiro, então Capital do Império do Brasil, quando um grupo de militares do Exército Brasileiro liderados pelo Marechal Deodoro da Fonseca, destituiu arbitrariamente alheio a opinião pública o Imperador D. Pedro II, assumindo o poder no país. Foi instituído naquele mesmo dia 15 um governo provisório republicano. 

Faziam parte desse governo, organizado na noite de 15 de novembro de 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca como Presidente da República e Chefe do Governo Provisório; o Marechal Floriano Peixoto como Vice-Presidente; como ministros, Benjamin Constant Botelho de MagalhãesQuintino BocaiuvaRuy BarbosaCampos SalesAristides LoboDemétrio Ribeiro e o Almirante Eduardo Wandenkolk, todos membros regulares da Maçonaria Brasileira; todos membros de uma sociedade secreta da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da Universidade de São Paulo, chamada de "Bürschenschaft Paulista", ou "Studentenverbindung" (algo como confraria da camaradagem, em alemão), mais conhecida como "Bucha", criada, em 1831, pelo Professor Julius Frank (1808 - 1841). Os membros da Bucha procuravam, quando alcançavam um alto cargo político, chamar seus colegas da Bucha para sua equipe.
A República Brasileira para se manter apelou por concentrar todos os direitos e regalias no Estado, excluindo sistematicamente as liberdades e prerrogativas individuais. Imposto como um Regime Totalitarista Presidencialista Republicano, inaugurou a primeira Ditadura Republicana Brasileira. Seu “Proclamador” e também primeiro Presidente da República, cedo foi deposto em função da sua fracassada experiência como Ditador do Estado de Exceção que acabara de ajudar a criar, caracterizado por diversas Crises Institucionais & Constitucionais, que desestabilizaram e arruinaram o país, cujas suas desastrosas consequências se estenderam pelo futuro. Desiludido o Marechal Deodoro da Fonseca quis ser enterrado sem a farda que caracterizava a instituição que dizia liderar. Hoje temos o paradoxo do Brasil se pretender democrático e sério, fazendo um Feriado Nacional em dia de Golpe de Estado.
As Crises Institucionais cada vez mais se agigantam nesta Decadente República, de fracasso em fracasso já somam: 12 Estados de Sítios, 17 Atos Institucionais, 6 Dissoluções do Congresso, 19 Revoluções ou Intervenções Militares, 2 Renuncias Presidenciais, 3 Presidentes Impedidos, 4 Presidentes Depostos, 6 Constituições Diferentes, 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários... Ao longo destes últimos 124 anos dos tortuosos meandros de falcatruas, fracassos... Ilusões. Não satisfeitos agora mais uma vez querem REFUNDAR a desgraça que foi e está sendo esta 6ª REPÚBLICA, reinventando uma tal 7ª República salvadora da pátria, porque finalmente descobrem que não tem funcionado. Quando vão descobrir que o problema está nessa moralmente ilegal República de Mentira?

● Na Desgraça Nacional Republicana Brasileira, entre os Mandos e Desmandos nesses 125 anos de estagnação e fracassos, já se somam:

● 12 Estados de Sítios,
● 17 Atos Institucionais,
● 6 Dissoluções do Congresso,
● 19 Revoluções ou Intervenções Militares,
● 2 Renuncias Presidenciais,
● 3 Presidentes Impedidos,
● 4 Presidentes Depostos,
● 6 Constituições Diferentes,
● 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários...

● Mais os 29 últimos anos perdidos com a 6ª tentativa de ressuscitar a República Brasileira com a fracassada invenção dessa Nova República, que nos conduziu mais uma vez a um grande vazio. E tudo indica que a burrice dos dementes políticos republicanos brasileiros, indiferentes ao que já funcionou a contento na história dessa nação fundada em 1822 como um Império, continuarão como insaciáveis varejeiras, investindo na inauguração de novas repúblicas brasileiras.

● - República Velha - 1ª República (1890
1930): Ditadura
● - República da Espada (1894): Ditadura
● - República do Café-com-Leite
● - Aniversário dos 50 anos da Proclamação da República.
● - Era Vargas - (19301945): Ditadura - Regime Totalitário & Autoritário
● - Quarta República (19461964)
● - Governo Provisório (Brasil)
● - Governo Constitucionalista
● - Estado Novo
● - Último Regime Militar - 5ª República (1964–1985): Ditadura - Castelo BrancoCosta e SilvaMédiciGeisel e Figueiredo.

● Constituições do Brasil Independente:
● Constituição de 1824 - 1ª Constituição do Estado Brasileiro Independente e Soberano. Funcionou durante todo o período Monárquico Parlamentar Constitucional Representativo no Império do Brasil (18241889).
● Constituição de 1891 - 1ª Constituição da República
● Constituição de 1934 - 2ª Constituição da República
● Constituição de 1937 - 3ª Constituição da República
● Constituição de 1946 - 4ª Constituição da República
● Constituição de 1967 - 5ª Constituição da República
● Constituição de 1988 - 6ª Constituição da República
Máxima Monárquica:
"O Monarca pensa nas próximas Gerações... O Presidente pensa nas próximas Eleições."
- X -
O Brasil precisa de um Monarca Íntegro
A • O Brasil precisa de um Monarca íntegro. Um Imperador que exerça seu Poder Moderador com sabedoria e autoridade, numa Monarquia Parlamentarista Moderna que respeite a sua Constituição, e ofereça a Democracia Plena para esta população escravizada com absurdos impostos, sem que haja o merecido retorno proporcional em serviços de qualidade. A República fez do povo brasileiro uma massa desorientada de manobras sem vontade própria, conduzida como rebanho de barganha; utilizada inescrupulosamente exclusivamente para alimentar a voracidade dos Abutres desta decadente inútil Classe Política, coligada & conivente com as Organizações Criminosas do Poder Constituído deste Suposto Estado Democrático de Direito. Este povo tem sido treinado desde tenra idade para exercer uma falsa cidadania nesta caricatura democrática, considerada pelos órgãos respeitáveis internacionais de Democracia Imperfeita
B • Um Brasil Imperial da atualidade será o resgate das nossas Raízes Históricas, valores e tradições, adaptado a uma Monarquia Parlamentarista Constitucional moderna, que promova a harmonia e unidade do povo brasileiro, embasado na Legítima Identidade Nacional*, para que recuperemos a auto-estima de cidadãos pertencentes a um Império Respeitado; Pátria Amada onde todos participem cumplicimente com vontade, da reorganização e saneamento da Baderna da Vadiagem Politiqueira Republicana Inútil Brasileira, para que seja possível finalmente reconstruir o Brasil de Verdade em bases sólidas, destroçado depois de 125 anos de retrocessos pela República de Mentira. 
C • A restauração do Soberano Império Grande e Respeitado processar-se-á naturalmente, com a limpeza orgânica do tecido corrompido em franca decomposição do Estado Republicano; punição aos corruptos e irresponsáveis do poder público, substituição da necrose por tecido novo não comprometido, e a adoção de comportamento restritivo e vigilante que atue nos pontos críticos desse caos social. Pátria amada e verdadeiramente democrática, onde voltaremos a sentir orgulho de sermos brasileiros, construindo certezas, que garanta esperança às novas gerações... 
D • O que impuseram arbitrariamente em 1889 foi uma Ditadura Militar. Caricatura Republicana Ilegítima, cria da Francesa Marianne, Criatura que já nasceu deformada, cujo seu Estado de Exceção dizimou cerca de 150.000 brasileiros nos 7 primeiros anos de fracassos, incluindo: militares monarquistas, anciões, ex-escravos, mulheres, crianças... Ao se oporem de alguma forma ao Regime Totalitário Tirânico imposto pela República fora da lei, numa época em que a população era 11 vezes menor; o que corresponderia na atualidade a 1.650.000 de mortos, fazendo com que a 1ª República e as subsequentes que foram inventadas, se perdessem num trágico vazio de retrocessos. Isso não é Identidade Nacional* em lugar nenhum. Portanto, *Identidade Nacional Republicana Brasileira não existe. 
E • Nas Monarquias Parlamentaristas, que abrigam os Governos mais Democráticos do planeta, onde cargo político é missão, são países altamente desenvolvidos, ao contrário da deformada democracia imperfeita do País do Faz de Conta, considerada pelos órgãos internacionais especializados de Imperfeita. Além da comprovação outrora da eficiência da nossa Monarquia, sai mais barato sustentar uma Família Real (no caso do Brasil Família Imperial), do que um Presidente Operário ou uma "Rainha de Mentira", mais cara que a Rainha da Inglaterra. Nesta fracassada experiência republicana brasileira, depois das eleições presidenciais, ninguém mais fala em governar, Plano de Governo, o quê tem sido feito dele, se foi bem feito ou o quê deixaram de fazer, pois neste sistema perverso ineficiente imediatista, a vitória de um determinado candidato oferecido por um partido, sempre estará acima dos interesses e/ou bem estar do povo. 
F • Monarquias como Suécia, Holanda, Liechtenstein, Noruega, Luxemburgo, Dinamarca, Reino Unido (Canadá, Austrália, Nova Zelândia...), Japão, Bélgica, Andorra, Mônaco, Espanha... Dentre outras. Possuem em geral sociedades prósperas, com um alto nível de formação e sistemas democráticos que superam qualquer comparação internacional com os Estados republicanos. São igualmente sociedades muito empenhadas em projetos de solidariedade internacional e marcadas pela forte identificação nacional, aspecto em que as respectivas Coroas possuem uma forte influência enquanto aglutinadoras do sentimento nacional e símbolos da continuidade histórica das respectivas identidades e projetos nacionais. Os países mais desenvolvidos e democráticos são Monarquias Parlamentares Constitucionais, tal qual o Império do Brasil foi até o Golpe de Estado de 1889, quando foi inaugurada a primeira e mais sangrenta Ditadura Militar da História do Brasil. 
G • As Monarquias Parlamentares Constitucionais (atualmente 39 das 44 existentes no mundo) consideram irresponsável um Chefe de Estado (Monarca) pertencer a uma determinada cor partidária (como acontece nas repúblicas, quando o presidente responde aos interesses do seu partido, antes de fazê-lo prioritariamente aos interesses da sua nação). Nas Monarquias Constitucionais a Coroa protege as Instituições Democráticas evitando os conflitos partidários na governabilidade, pelo fato do Monarca ser suprapartidário e por isso não ter que dar satisfação a um determinado partido, e sim aos interesses da nação. Apesar de não ter nenhuma obrigatoriedade, não é comum um Monarca ter afiliação política/partidária. Chefe de Estado sem Partido Político só com a Monarquia. 
H • Estas 39 Monarquias Parlamentaristas estão sempre encabeçando as listas dos Índices de países mais democráticos e desenvolvidos, apesar da grande quantidade de Repúblicas (162). Das 10 nações mais democráticas e de maior IDH do Mundo, 7 são Monarquias e apenas três são Repúblicas; incluindo as duas maiores democracias (Noruega e Dinamarca), onde a Suécia, aparece em primeiro lugar entre os governos da Europa. Esta é a desproporção. Onde se conclui que na média as Monarquias Parlamentaristas são muito mais eficientes que as Repúblicas. No mundo, os países onde há mais Justiça Social são monarquias. Este índice é baseado em cinco critérios: processo eleitoral e pluralismo; liberdades civis; o funcionamento do governo; participação política; e cultura política. Dos 10 países menos corruptos, 7 são monarquias; dos 10 primeiros países com maior poder econômico, 7 são monarquias". 
I • A Forma de Governo Monárquica é contínua, mais eficiente, barata, democrática e menos corrupta, além de não ser interrompida de 4 em 4 anos para a farra das eleições presidenciais, paralisando todo o país juntamente com seus programas populistas imediatistas em nome de um falso civismo, onde as Quadrilhas do Crime Organizado dos Partidos (segundo o STF), oferecem a opção de escolha entre dois ou três candidatos preferidos pela Máfia das Coligações & Alianças Partidárias, para nos dar a ilusão de liberdade e democracia, e que somos nós que escolhemos o Presidente da República. “Parlamentarismo autêntico só com Monarquia, pois o Monarca é suprapartidário e tem posição equânime em relação aos partidos.”... “O Monarca é o símbolo vivo da nação, personifica sua tradição histórica e lhe dá unidade e continuidade.”... “O Monarca não tem que pensar nas próximas Eleições, e sim nas futuras gerações”... “O Imperador pensa nas próximas gerações; o Presidente nas próximas eleições”. 
Essa República de Mentira nada acrescentou de útil, virtuoso e verdadeiro ao Brasil. Por mais que me esforce, não consigo ver nobreza alguma em vossos representantes políticos republicanos... Tampouco algo em suas atitudes que os honrem ou engrandeçam. 
Esta Publicação é parte integrante da Matéria:
- XI -
Absurdo Cinismo Republicano
A • Cinismo absoluto é ver o Presidente da República ironicamente comemorando o 7 de Setembro junto com o seu Exército, na data que representa a Fundação do Independente e Soberano Império do Brasil, que meia dúzia de conspiradores republicanos, sem honra ou grandeza, se utilizando de métodos obscuros e do próprio Exército como ferramenta de execução do trabalho sujo, derrubaram com um Golpe de Traição e Lesa-Pátria em 1889. “Maior prova de arrependimento e vergonha, daquele que encarnava a virtude do exército não poderia existir. A República foi proclamada sem grandeza à custa de mentiras, e seu proclamador quis ser enterrado sem a farda que caracterizava a instituição que dizia liderar. E hoje temos paradoxo do Brasil se pretender democrático e sério, e fazer um FERIADO NACIONAL em dia de GOLPE DE ESTADO.”
B • Se os Senhores republicanos essencialmente os da Classe Política são pessoas íntegras e consideram o 7 de Setembro tão importante!... Admitam logo a Lambança de 15 de novembro de 1889, data brasileira da infâmia, e desproclamem para o bem da nação, esta farsa de República fracassada inventada antidemocraticamente, na ilegalidade, sem uma consulta ou participação popular, principiada às avessas dos próprios “ideais republicanos”, esbravejados aos quatro ventos pelos traidores da pátria, e que só tem servido para desgraçar a nação.
C • Qualquer pessoa de bom senso que conheça um pouco de História do Brasil percebe o disparate que foi a imposição arbitrária do Sistema de Governo Presidencialista Totalitarista Republicano no Brasil (Regime Ditatorial onde foi inaugurado o primeiro Estado de Exceção da História do Brasil). Se o feriado de 15 de Novembro deixar realmente de existir, será finalmente o reconhecimento pela República (de mentira) da sua própria ilegitimidade. Difícil é acreditar que reconhecerão este fato abolindo esta data fatídica da lista dos feriados nacionais. Cesar Nero disse: "Totalmente coerente o projeto que acaba com o feriado de 15 de novembro, já que é a data de um Golpe Militar, o de 1889. Manter essa data como feriado abre um precedente para que qualquer pessoa proponha que 31 de março também seja feriado, já que é a data do Golpe Militar de 1964"*Existe controvérsias quanto à caracterização de Golpe ou Intervenção Militar Institucional, no processo que desencadeou a tomada do poder pelos militares em 1964. 
D • Ao contrário do 15 de novembro de 1889, antes de 31 de março de 1964, milhões foram às ruas para exigir uma atitude das FFAA contra a comunização do Brasil. Ao menos na sua fase inicial a intervenção legitimada pelo povo tinha caráter provisório, e por isso ainda não se configurava como um Regime Ditatorial Militar. Considerada posteriormente por muitos uma "Ditadura Necessária", para combater os Ataques Terroristas, Luta Armada (Guerrilha), que se intensificaram, contribuindo para que o Regime Militar se prolongasse por 20 anos. Independentemente do que acreditam sobre este período, o que ocorreu em 1964, foi apenas um Contra-Golpe executado especialmente pelo Exército, em mais um dos lamentáveis episódios da República Golpista, inventada por ele mesmo em 1889. Existe um abismo quanto ao mesuramento em termos de importância dos desastres (prejuízos) para a nação, entre estes dois golpes, e os demais que sucederam a inauguração do primeiro Estado de Exceção Republicano Brasileiro; todos em função da lambança feita pelos traidores da pátria republicanos em 1889. Cenário fértil, propício para as facções republicanas, cada qual com suas ideologias, digladiarem-se entre si, em detrimento do desenvolvimento da nação... A República não cumpriu à que veio... Fracassou.
Ohanes Kabderian
E • Ohanes Kabderian aos 6:28 do Vídeo - 2ª Parte: O Exército Brasileiro após a proclamação da República matou sob o comando de Floriano 150.000 pessoas, isso é muita gente para morrer sem guerra. Matar nacionais por serem monarquistas pobres, pobres, monarquistas pobres. Canudos todos sabem que não tinha ninguém rico ali. O Exército Brasileiro não tem que ter nenhum receio da Monarquia, absolutamente. No dia que o Exército Brasileiro tiver consciência e voltar a enxergar em Duque de Caxias o grande militar brasileiro, o próprio Exército não agirá e nem fará nada como um golpe ou coisa parecida (...)
F • Aos 7:40 do Vídeo - 2ª Parte: Outra grande ação deste “Herói Nacional” Floriano Peixoto, foi a compra daquela esquadra que se chamou de Esquadra de Papelão que ele trouxe dos Estados Unidos, exatamente para combater a Marinha de Guerra (em posse dos Oficiais Monarquistas) (...) E a nossa esquadra infelizmente estava em Santa Catarina, senão a gente teria destruído os americanos. Nós éramos mais poderosos que os americanos (...). Nós éramos a 2ª Marinha Mercante do Mundo e a 4ª Marinha de Guerra do Mundo (Muitos dizem que foi a 3ª). (...) Para mim o motivo da República foi destruir o Brasil...   
G • Aos 8:40 do Vídeo - 2ª Parte: Toda esta experiência republicana tem sido um desastre. Toda esta experiência republicana é uma experiência de desastres... Não acredito que haja um brasileiro que seja republicano. O Brasil está sem identidade, não há mais conceito de pátria, referência de pátria, nada. Não se tem mais orgulho de ser brasileiro. O que é uma situação bem diferente do nosso Período Imperial; isso é destruir uma nação. Quando você destrói a vontade destrói a nação. A grande crise brasileira não é econômica, não é uma crise de produção climática, a crise brasileira é moral.
Ohanes Kabderian – Monarquia II – 2ª parte
Economista Ohanes Kabderian
H • Aos 4:48 do Vídeo - Última Parte: Nós já fomos um grande país, e perdemos esta posição por causa dos desmandos que a República tem feito nestes seus 100 anos... O Brasil perdeu o seu Rumo. A diferença quando se fala de Império do Brasil, e a maneira como o mundo via o Império do Brasil, as grandes nações, não é mais a mesma maneira que vêem o Brasil hoje. O Imperador Pedro II foi Árbitro Internacional (...). A falta de conhecimento do povo infelizmente... Esta traição, o roubo da identidade do Brasil que a República cometeu, fez com que o brasileiro não saiba mais exatamente como é o seu país... Isso é uma subtração de conhecimento. (...) 
I • Aos 7:05 do Vídeo - Última ParteQueremos que o Brasil volte a ser o que era, o Império, um país respeitado, um país rico, (...) Gostaríamos de ter orgulho de quando saíssemos de nosso país, viajássemos, de ter orgulho quando mostrássemos nosso passaporte, dizer que somos filho de um Império importante. (...) Eu gostaria que o povo brasileiro se lembrasse da situação política brasileira atual e refletisse se não gostaria de voltar a ter um governante reto, honesto, amante do seu país, como foi Princesa Isabel, e como foi D. Pedro I que fundou o Império. Então nossa história nos leva a preferir o que a gente perdeu... O que nos foi tomado. 
Ohanes Kabderian – Monarquia II – última parte 
"Somos nós, do Exército Brasileiro, que temos na consciência o peso da participação na derrubada do Império e que conhecemos a responsabilidade que nos cabe na instauração desta República que, até os dias de hoje, envergonha a história política do Brasil."
“O Monarca pensa nas próximas gerações... O Presidente nas próximas eleições”
- XII -
(...) O comunismo procurou uma fundamentação teórica nas teorias do estado dos sofistas gregos e na obra "República" de Platão. No entanto, o comunismo encontrou bem cedo críticos severos, como Aristóteles. O comunitarismo cristão da Igreja Primitiva (descrita no livro de Atos dos Apóstolos da Bíblia), é por vezes comparada como uma forma de comunismo, por apresentar alguns dos mesmos princípios, como o desinteresse pelos bens materiais e um amor generalizado pelo próximo. (...) Entretanto parece que os Comunistas Contemporâneos procuram, procuram... E ainda não se encontraram em lugar algum.
 "Duma decidiu que é hora de "deleninizatsii" (desleninezar = desinfetar) cidades e vilas russas. A idéia foi apoiada pelo partido Rússia Unida.
O Vice-Presidente de Estado do Comitê do Duma, sob as sugestões de Alexander Kurdiumov (LDPR) tomou a iniciativa de mover os monumentos ao líder da revolução mundial Vladimir Lenin das cidades russas."
"- As autoridades locais serão capazes de realizar um referendo ou uma pesquisa de opinião entre todos os moradores das localidades, para descobrir qual é o melhor destino a ser dado para as estátuas. Se necessário, encontrar um local adequado e movê-las, e se não, então desmontar e enviar para o museu ou vender para colecionadores, e os fundos alocados utilizados para a restauração de áreas "Pridvorova", parques e parques paisagísticos, - disse o parlamentar."
Totalitarismo (ou Regime Totalitário) é um sistema político no qual o Estado, normalmente sob o controle de uma única pessoa, político, facção ou classe social, não reconhece limites à sua autoridade e se esforça para regulamentar todos os aspectos da vida pública e privada, sempre que possível. O totalitarismo é caracterizado pela coincidência do autoritarismo (onde os cidadãos comuns não têm participação significativa na tomada de decisão do Estado) e da ideologia (um esquema generalizado de valores promulgado por meios institucionais para orientar a maioria, senão todos os aspectos da vida pública e privada).

Os regimes ou movimentos totalitários mantêm o poder político através de uma propaganda abrangente divulgada pelos meios de comunicação controlados pelo Estado, um partido único que é muitas vezes marcado por culto de personalidade, o controle sobre a economia, a regulação e restrição da expressão, a vigilância em massa e o disseminado uso do Terrorismo de Estado.
(...) "Aqueles que cometeram esse bárbaro crime são tão culpados quanto os que o aprovaram por décadas. Somos todos culpados. É impossível mentir para nós mesmos, justificando crueldade sem sentido por motivos políticos. A execução sumária da Família Romanov é resultado de uma divisão intransigente na Rússia, entre "nós" e "eles" na sociedade. Os resultados desta divisão podem ser vistos até agora. (...) Qualquer tentativa de mudar a vida pela violência está condenada ao fracasso. Temos que acabar com o século, que tem sido uma época de sangue e violência na Rússia, com arrependimento e paz, independentemente de pontos de vista Políticos, Étnicos ou Religiosos que pertençam. Esta é a nossa oportunidade histórica. Na véspera do terceiro milênio, é preciso fazê-lo para o bem da nossa geração e as que virão." (...) 
Boris Yeltsin

Essa República de Mentira nada acrescentou de útil, virtuoso e verdadeiro ao Brasil. Por mais que me esforce, não consigo ver nobreza alguma em vossos representantes políticos republicanos... Tampouco algo em suas atitudes que os honrem e engrandeçam.
- XIII -
ALGUMAS MATÉRIAS DESTE BLOG
URL
01 • A MUDANÇA