DEFUNTA REPÚBLICA DE MENTIRA

"(...) É, todavia, difícil compreender por que, até o fim do reinado de Pedro II, o Brasil era um país mais promissor que os EUA, mais importante que a China, a Índia, o Japão, a Coréia e quase todos os países europeus - de onde vieram muitos imigrantes - e hoje ocorre o oposto: (...)" - (Dr. José Carlos de Almeida Azevedo)

Defender a manutenção da imundície da Ilegítima Ditadura Republicana Genocida Brasileira, que seguiu matando pelo futuro milhões com suas inconsequências, negligências, omissões... É de uma falta de conhecimento extrema, de uma burrice crônica absoluta, ou de uma voracidade predatória sem precedentes... Apenas caindo Dilma com o seu "Perda Total", mesmo que seja junto com suas coligações (Partidos dos Partidos...) das Organizações Criminosas das Facções Narco-Psicopatas-Partidárias-Copartícipes dos Regimes Síndico-Comuna-Socialistas-Golpistas, da Máquina de Prostituição Parlamentar do Poder Central Republicano, Alinhada a Política Transnacional Continental Latina Americana do Foro de São Paulo... Quase nada mudará nessa decadente República de mentira nunca proclamada de fato - a sujeira mais uma vez apenas mudará de mãos.

O Brasil é escravizado por uma caricatura republicana presidencialista moralmente ilegítima abortada defunta como regime totalitário, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro numa sucessão de ditaduras civis e militares... Nódoa negra do hoje paradoxalmente dito Exército do monarquista Caxias do Exército Imperial Brasileiro. Aliciados por meia dúzia de traidores da pátria discípulos da Seita Positivista, alguns militares do Exército Imperial foram utilizados como ferramenta executora do trabalho sujo que mergulhou o país nas trevas, com a desastrosa inauguração da primeira ditadura militar da História do Brasil em 15 de novembro de 1889, acabando com a democracia da Monarquia Constitucional Parlamentar Representativa do promissor respeitável Império do Brasil, que ombreava com as outras três nações mais poderosas, cuja sua Armada Imperial somada a Marinha Mercante, foi a 2ª Potência Naval da terra. Num determinado momento da nossa história, já fomos mais poderosos do que os Estados Unidos da América do Norte.

No desastre do Flagelo Republicano, entre mandos e desmandos nesses 126 anos de estagnação, se somam: "12 Estados de Sítios, 17 Atos Institucionais, 6 Dissoluções do Congresso, 19 Revoluções ou Intervenções Militares, 2 Renuncias Presidenciais, 3 Presidentes Impedidos, 4 Presidentes Depostos, 6 Constituições Diferentes, 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários"... Mais os últimos 30 anos de retrocessos perdidos num oceano de esgoto sem precedentes na História do Brasil, com a 6ª tentativa ressuscitadora do pesadelo da tragédia dessa fracassada Nova República Salvadora da Pátria perdida em si mesma, que além de produzir desde 1985 mais de 3.000.000* de assassinatos (*Incluindo as mortes provocadas pelos desserviços e/ou omissões dos sucessivos desgovernos), nos conduziu mais uma vez a um terrível vazio. E, tudo indica que a burrice ou obscuras ambições dos dementes políticos predadores devoradores da pátria, indiferentes ao que já funcionou a contento na história dessa nação fundada em 1822 como Império, continuarão como insaciáveis varejeiras investindo no engodo de novas inúteis defuntas repúblicas, que têm sido sinônimos de Desgraça Nacional. (Emanuel Nunes Silva)

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O Primeiro Estado Totalitário da História do Brasil

INTRODUÇÃO

A PROVIDENCIAL AMNÉSIA DO POVO BRASILEIRO E SUA QUASE ETÉREA IDENTIDADE NACIONAL
1► Você até pode desconhecer a História do Brasil, o porquê do Dia da Pátria ser comemorado com tanta pompa o feito do dia 7 de setembro de 1822, o significado do Hino Nacional (que nada tem de republicano) enaltecendo o Grito do Ipiranga: "Ouviram do Ipiranga às Margens Plácidas"... Ao contrário da data de 15 de novembro de 1889, dia do Levante Político-Militar (Golpe de Estado) conhecido como Proclamação da República dos Estados Unidos do Brasil – Dia de Luto e Vergonha Nacional paradoxalmente travestido de Feriado, para agradar e iludir, que sempre passa despercebido por representar no subconsciente da população a Desgraça Nacional. 
2► Você até pode não saber o que foi o Império do Brasil e o que representou no cenário mundial no seu tempo. Qual a verdadeira identidade ou qual o Regime mais legítimo e que mais se adequou ao país em toda a nossa história — O que já fomos, e em que a criminosa Proclamação da República nos transformou com suas desastrosas "experiências" e consequências na trajetória dos seus 124 anos de retrocessos... Ou o Porquê perdemos o status de nação respeitada entre as três maiores economias do planeta, quando a Armada Nacional (Imperial Marinha de Guerra Brasileira) somada a Marinha Mercante, representou a segunda potência naval da terra. 
3► Você até pode não ser Monarquista ou achar que não é por ainda não entender o que seja... Entretanto se não és conivente, se revolta com este vergonhoso Estado de Coisas dessa fracassada República Brasileira – acredito que Republicano no Brasil não és. A República no Brasil é uma ilegítima experiência feita por algumas pessoas que admiravam e gostavam de imitar ideologias, regimes e símbolos dos outros, mas nunca amaram de fato o Brasil. Mesmo que ainda não saibas o que é República ou ser republicano, você pode ser ou se tornar qualquer coisa... Com certeza republicano ao menos por aqui não és.
Em reunião ainda na noite do Golpe de Traição e Lesa-Pátria de 15 de novembro de 1889, o nome do país mudou de Império do Brasil para Estados Unidos do Brasil, e a Bandeira Imperial foi substituída imediatamente pelos Traidores da Pátria por uma caricatura (réplica tingida de verde e amarelo) da Bandeira dos Estados Unidos da América do Norte.
4► O fim do próspero e respeitado Império do Brasil foi decretado em 15 de novembro de 1889, pelo Marechal Deodoro da Fonseca com um Golpe de Traição e Lesa-Pátria, sob a forma de uma quartelada quase sem força política e nenhum apoio popular... É o início do primeiro Estado Totalitário Republicano da História do Brasil, que destituiu o último Imperador Brasileiro. Sem o conhecimento da população, D. Pedro II com sua família foram expulsos do Território Nacional, às escondidas na calada da noite em exílio para a Europa, e seus bens foram espoliados. 
5► O nome do país mudou de Império do Brasil para Estados Unidos do Brasil, e a Bandeira Imperial foi substituída imediatamente por uma caricatura (réplica tingida de verde e amarelo) da Bandeira dos Estados Unidos da América do Norte. Após anos de caos, o Exército Republicano Brasileiro sob o comando dos seus Tirânicos Ditadores, abateu sem piedade, a maioria sumariamente, mais de 150.000 brasileiros monarquistas, federalistas, negros lutando por seus direitos, entre outros... A promulgação da primeira Constituição Republicana Brasileira aconteceu em 24 de fevereiro de 1891, dando início a era civil da República Velha, com a chamada República Oligárquica. 

- I -

O Primeiro Estado de Exceção Totalitário Genocida da História do Brasil
Surgiu em 1889 com a inauguração da República dos Estados Unidos do Brasil, inventada por meia dúzia de traidores da pátria.

Principiou pelos piores caminhos possíveis, nas sombras conspiratórias, por meio de intrigas, mentiras, sem honra ou grandeza, arbitrariamente sem uma consulta popular, na ilegalidade do Golpe Militar Republicano de Traição e Lesa-Pátria de 15 de novembro de 1889, marco fundamental da criação da primeira Ditadura Militar da História do Brasil, nódoa negra do Exército Brasileiro que nada justifica ser homenageado pelo nome do outrora Duque de Caxias do Exército Imperial; dívida vergonhosa que jamais legitimará as ações dos Traidores inventores da Farsa Republicana que acabou com o Brasil... Que o teu Professor educado desde tenra idade neste degradado Estado que finge ser de Direito, te ensinou a história bonita que nunca existiu, de uma tal "Proclamação" da República dos Estados Unidos do Brasil. Obviamente que uma coisa dessa sempre estará fadada ao fracasso enquanto perdurar.
15 de Novembro - Dia Nacional da Infâmia. 
Feriado Nacional do Golpe de Estado Republicano da Seita Positivista que acabou com o Brasil.
O Primeiro Estado Totalitário da História do Brasil, surgiu em 15 de novembro de 1889 com a inauguração da República dos Estados Unidos do Brasil nunca proclamada de fato, por meia dúzia de traidores da pátria membros da Seita Positivista alheios as nossas Raízes Históricas e a Legítima Identidade Nacional (nunca existiu identidade nacional republicana brasileira).

A► 15 DE NOVEMBRO - DIA NACIONAL DA INFÂMIA. Feriado Nacional do Golpe de Estado Republicano da Seita Positivista que acabou com o Brasil. Os Regimes de Exceção dessa Malfadada República: Autoritários, Totalitários, Ditatoriais... Que suprimiram as liberdades alcançadas pela Democracia da Monarquia Parlamentar Imperial Brasileira, a partir de 15 de novembro de 1889, são invenções dessa República Golpista nunca proclamada de fato, imposta arbitrariamente como o primeiro Regime Ditatorial Militar da História do Brasil Independente. Tragédia, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro... Interrompendo o nosso Destino de Grandeza.
B► Principiou pelos piores caminhos possíveis, nas sombras conspiratórias, por meio de intrigas, mentiras, sem honra ou grandeza, arbitrariamente sem uma consulta popular, na ilegalidade de um Golpe Republicano de Traição e Lesa-Pátria; marco fundamental da imposição da primeira Ditadura Militar da História do Brasil. Nódoa negra do EXÉRCITO BRASILEIRO; dívida vergonhosa que jamais legitimará as ações dos Traidores responsáveis pela Farsa Republicana que acabou com o Brasil; até o dia que o Exército Brasileiro reconheça sua participação na maior Desgraça do Brasil, e DESPROCLAME esta já 6ª tentativa de ressuscitar essa Fracassada Malfadada República Brasileira nascida defunta em 1889, permitindo finalmente ao Brasil se reencontrar com sua história, seus valores e o natural destino de grandeza que se perde na bruma da memória... Interrompido por uma traição.
C► Os Regimes de Exceção: Autoritários, Totalitários, Ditatoriais... Que suprimiram as liberdades alcançadas pela Democracia da Monarquia Parlamentar Imperial Brasileira, a partir de 15 de novembro de 1889, são invenções dessa República Golpista nunca proclamada de fato, imposta arbitrariamente como o primeiro Regime Ditatorial Militar da História do Brasil Independente. Tragédia, cujas suas predadoras consequências se estenderam pelo futuro... Interrompendo o nosso Destino de Grandeza.
D► Interessante que a maioria não questiona como a Lambança Política Republicana principiou. Lembro aos Senhores Analfabetos Funcionais que foi em 1889, com um Golpe Militar de Traição e Lesa-Pátria à revelia. Essa primeira Ditadura para se manter, massacrou impiedosamente 150.000 brasileiros (aos 6:28 do Vídeo:) apenas nos seus 7 primeiros anos de violenta repressão (mulheres, crianças, anciões, ex-escravos e militares opositores à arbitrariedade do primeiro Estado de Exceção Republicano da História do Brasil), numa época em que a população brasileira era de apenas 17.000.000 (12 vezes menor que a atual), que representaria hoje ao genocídio de 1.800.000 pessoas.
E► Neste atual quadro de inconstitucionalidades republicanas, cujas negligências, inconsequências, omissões... Segue matando 200.000 brasileiros por ano, sendo que 60.000 são assassinatos; há muita incoerência os Senhores se ocuparem com as intenções suspeitas desses incompetentes corruptos Desgovernos Republicanos, ao ficarem priorizando & choramingando somente os 400 mortos do último Regime Militar, demonizando apenas a mais Branda Ditadura desse Regime Político Republicano, inaugurado como Totalitário pelos próprios militares, e negligenciar as maiores tragédias das Tiranias desse mesmo Regime...  Além de ser de uma burrice tamanha, nada de proveitoso acrescentará à nação.
F► A maioria dessas 400 pessoas morreu na Luta Armada; se empenhavam em impor uma Ditadura do Proletariado (Comunista) contra a vontade da população, extremamente pior que a Ditadura forçada na época por eles próprios com suas ações inconsequentes, estendida o tempo necessário para que fossem derrotados. É muito contra-senso desses Ingênuos Idiotas Úteis Zumbizados retrocederem apenas 50 anos na escala do tempo. Não passam de Marionetes docilmente abduzidas e sem vontade própria, manipuladas pelos barbantes de mentes obscuras; sem que saibam, são mero material descartável utilizado sem o menor escrúpulo, no trabalho sujo.
G► A providencial amnésia aliciatória* induzida coletiva, é apenas um dos lamentáveis recursos utilizados no minucioso trabalho lobotomizador republicano. Usam inescrupulosamente a história do país da forma que melhor lhes convém, sempre visando colocar em prática suas ideologias por piores que sejam... Mesmo que seja para ressuscitar algum Regime Político das Trevas. Demonizar estes pequenos supostos “Golpes Militares”, aplicados no principal Golpe Militar deles mesmos... Queiram ou não, gostem ou não, é o mesmo que questionar a legitimidade da própria República inventada pelo Golpe Militar (de Estado) de 15 de novembro de 1889. 
H► A França quanto o Brasil que a imitou, possuem históricos de Repúblicas Malfadadas: 1ª República, 2ª República... 6ª República. Nesse Travestido Brasil Republicano, ainda não satisfeitos com a tragédia dos sucessivos fracassos que foram essas Seis Repúblicas que acabaram com o Brasil, Políticos priorizando suas ambições pessoais e coalizões, pretendem continuar insistindo nos mesmos erros, colando os cacos dessa moralmente Ilegítima Fracassada Decadente Republicana, com o lodo das suas lambanças, iludindo os brasileiros que desta vez os resultados finalmente serão diferentes, REFUNDANDO a desgraça que foram estas Seis Repúblicas no Brasil com as suas burrices, uma tal de 7ª República Salvadora da Pátria. 
I► A maioria das mazelas do país, em todos os âmbitos, se resume neste Sistema Republicano Presidencialista de Governo alienígena as nossas raízes históricas. Há uma dívida genocida que esta República de Mentira finge que esqueceu. Enquanto essa dívida não for ao menos reconhecida oficialmente, a Nação Brasileira estará condenada ao fracasso. Este fato vem historicamente sendo comprovado nestes tortuosos meandros desta Ilegal República, que foi imposta por alguns maçons republicanos sem uma consulta popular. Ignorá-la tem sido o pior dos caminhos. 
J► O resultado desta insanidade republicana aí está para que todos vejam. Não existe saída para o Brasil mantendo-se esta Caricatura de Forma de Governo Republicano. Entre os Mandos e Desmandos desses Governos Republicanos já se somam 12 Estados de Sítios, 17 Atos Institucionais, 6 Dissoluções do Congresso, 19 Revoluções ou Intervenções Militares, 2 Renuncias Presidenciais, 3 Presidentes Impedidos, 4 Presidentes Depostos, 6 Constituições Diferentes, 4 Ditaduras e 9 Governos Autoritários... Ao longo destes últimos 125 anos dos tortuosos meandros de falcatruas, fracassos... Ilusões. Se limitam a discutir apenas os efeitos da desgraça que tem sido esta República, e ninguém, por conveniência ou burrice... Questiona a República em si.
K► Não satisfeitos agora mais uma vez querem REFUNDAR a desgraça que foi e está sendo esta 6ª REPÚBLICA, reinventando uma tal 7ª República salvadora da pátria, porque finalmente descobrem que não tem funcionado como pretendiam ou pretendem... Nem a abusiva arrecadação de impostos tem sido suficiente para manter a Farra Republicana. Nada falam do GOLPE DE ESTADO, que numa trágica mágica reduziu o IMPÉRIO DO BRASIL que ombreava com as três mais poderosas nações do planeta, à condição de NAÇÃO DE TERCEIRA CATEGORIA pertencente a um Terceiro-Mundismo que providencialmente inventaram, lambuzada no pegajoso lodo do submundo de um inimaginável Mar de Esgoto, Paraíso deste suposto Violentado Estado Democrático de Direito, dirigido por Organizações Criminosas Interpartidárias Aliadas e Coligadas ao Poder Constituído da República Federativa do Brasil. Isso à eles não interessa. Até parece, que por alguma razão estranha estes Senhores nas suas fúteis particulares utopias republicanas acreditam mesmo que o Brasil foi inventado pela República em 15 de novembro de 1889, marco fundamental da inauguração da primeira DITADURA BRASILEIRA.

- II -

Ohanes Kabderian 
Entrevista
01 • Ohanes Kabderian aos 6:28 do Vídeo - 2ª Parte: O Exército Brasileiro após a proclamação da República matou sob o comando de Floriano 150.000 pessoas, isso é muita gente para morrer sem guerra. Matar nacionais por serem monarquistas pobres, pobres, monarquistas pobres. Canudos todos sabem que não tinha ninguém rico ali. O Exército Brasileiro não tem que ter nenhum receio da Monarquia, absolutamente. No dia que o Exército Brasileiro tiver consciência e voltar a enxergar em Duque de Caxias o grande militar brasileiro, o próprio Exército não agirá e nem fará nada como um golpe ou coisa parecida (...)
02 • Aos 7:40 do Vídeo - 2ª Parte: Outra grande ação deste “Herói Nacional” Floriano Peixoto, foi a compra daquela esquadra que se chamou de Esquadra de Papelão que ele trouxe dos Estados Unidos, exatamente para combater a Marinha de Guerra (em posse dos Oficiais Monarquistas) (...) E a nossa esquadra infelizmente estava em Santa Catarina, senão a gente teria destruído os americanos. Nós éramos mais poderosos que os americanos (...). Nós éramos a 2ª Marinha Mercante do Mundo e a 4ª Marinha de Guerra do Mundo (Muitos dizem que foi a 3ª). (...) Para mim o motivo da República foi destruir o Brasil...   
03 • Aos 8:40 do Vídeo - 2ª Parte: Toda esta experiência republicana tem sido um desastre. Toda esta experiência republicana é uma experiência de desastres... Não acredito que haja um brasileiro que seja republicano. O Brasil está sem identidade, não há mais conceito de pátria, referência de pátria, nada. Não se tem mais orgulho de ser brasileiro. O que é uma situação bem diferente do nosso Período Imperial; isso é destruir uma nação. Quando você destrói a vontade destrói a nação. A grande crise brasileira não é econômica, não é uma crise de produção climática, a crise brasileira é moral.
Ohanes Kabderian – Monarquia II – 2ª parte
Economista Ohanes Kabderian
04 • Aos 4:48 do Vídeo - Última Parte: Nós já fomos um grande país, e perdemos esta posição por causa dos desmandos que a República tem feito nestes seus 100 anos... O Brasil perdeu o seu Rumo. A diferença quando se fala de Império do Brasil, e a maneira como o mundo via o Império do Brasil, as grandes nações, não é mais a mesma maneira que vêem o Brasil hoje. O Imperador Pedro II foi Árbitro Internacional (...). A falta de conhecimento do povo infelizmente... Esta traição, o roubo da identidade do Brasil que a República cometeu, fez com que o brasileiro não saiba mais exatamente como é o seu país... Isso é uma subtração de conhecimento. (...) 
05 • Aos 7:05 do Vídeo - Última ParteQueremos que o Brasil volte a ser o que era, o Império, um país respeitado, um país rico, (...) Gostaríamos de ter orgulho de quando saíssemos de nosso país, viajássemos, de ter orgulho quando mostrássemos nosso passaporte, dizer que somos filho de um Império importante. (...) Eu gostaria que o povo brasileiro se lembrasse da situação política brasileira atual e refletisse se não gostaria de voltar a ter um governante reto, honesto, amante do seu país, como foi Princesa Isabel, e como foi D. Pedro I que fundou o Império. Então nossa história nos leva a preferir o que a gente perdeu... O que nos foi tomado. 
Ohanes Kabderian – Monarquia II – Última Parte
"Somos nós, do Exército Brasileiro, que temos na consciência o peso da participação na derrubada do Império e que conhecemos a responsabilidade que nos cabe na instauração desta República que, até os dias de hoje, envergonha a história política do Brasil."
Essa República de Mentira nada acrescentou de útil, virtuoso e verdadeiro ao Brasil. Por mais que me esforce, não consigo ver nobreza alguma em vossos políticos republicanos brasileiros... Tampouco algo em suas atitudes que os honrem ou engrandeçam.
“O Monarca pensa nas próximas gerações... O Presidente nas próximas eleições”

URL 01 - URL 02
Bandeira Nacional do Império do Brasil
- III -

Quanto à República dos Estados Unidos do Brasil

"Quanto à República dos Estados Unidos do Brasil, sua história mostra uma forma de governo que não consegue fugir de suas origens escabrosas. Nasceu de uma sedição militar (1889). Implantou um regime onde a regra era, como ainda é, a corrupção, a degradação dos costumes e o terror."

"Aliás, não lhe escasseiam na crônica fastos lastimosos e pudendos. Atravessamos, em 1894, a ditadura plena: o governo da espionagem, do cárcere e do fuzil, com o lar doméstico entregue às buscas policiais, o erário ao saque dos cortesões, o crédito público às emissões clandestinas, a vida humana ao espingardeamento, a educação de nossos filhos ao espetáculo de todos os crimes, ao comércio de todas as corrupções. No começo, foi para vencer. Em seguida, para exterminar os vencidos. De 13 de março a 30 de julho as ilhas da nossa baía presenciaram a execução de centenas e centenas de homens, marinheiros da nossa esquadra, que os chora, confiados pelos seus capitães, na hora da rendição, à santidade das leis da guerra e imolados pela vitória truculenta ao apetite dos seus instintos. 

Durante esse período lutuoso o país inteiro, assombrado, assistira a tragédias como as do Paraná, onde o caminho de ferro conduzia aos espigões das serranias as vítimas do rancor homicida, para as sepultar nos despenhadeiros, fuzilando-as na queda. Tivemos, em março de 1897, a demagogia acompadrada com a autoridade, no Rio de Janeiro, destruindo prelos, armando queimadoiros nas praças, organizando a morte, executando as suas sentenças capitais à cara do governo, na sua capital. Viu-se, pouco mais tarde, nos sertões da Bahia, sobre os restos do fanatismo aniquilado, a liquidação pela degola, pelo petróleo, pela trucidação de mulheres e crianças. Nos sertões de S. Paulo a lei de Lynch, alistada ao serviço dos partidos, consumou impunemente, com a notória proteção dos interesses dominantes, uma das mais horrendas cenas de sangue registradas nos anais da nossa ferocidade."
(Ruy Barbosa: em A Imprensa: março de 1900)
Os socialistas não evoluíram


Se ele longe de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, sem rede nacional de televisão, percebeu isso tudo... Imagine quem estava nas Capitais destes Estados. Políbio Braga foi preso duas vezes pelos militares, em 1962 e 1972. Publicou um livro sobre esta experiência, chamado Ahú, diário de uma prisão política.

Os socialistas não evoluíram

(...) Não defendo crimes hediondos de nenhum dos dois contendores, mas sim a Lei de Anistia e o conhecimento imparcial da verdade dos fatos. No Brasil havia um "centrão democrático" onde estavam o governo e a oposição legal, ambos querendo paz e redemocratização. À direita do governo e à esquerda da oposição havia extremistas que cometeram violações. Existe uma orquestração socialista para que as Forças Armadas peçam desculpas à nação por violações cometidas por militares na defesa da lei, da ordem e das instituições, como se fossem norma institucional e não desvios individuais. (...)

(...) Lamento pelas famílias dos militantes mortos ou desaparecidos, cujo propósito era implantar um Estado Totalitário incoerente com o que hoje orquestram, pois se utilizavam do terrorismo, sequestro, tortura e execuções... Mas lamento muito mais pelas vítimas de seus crimes e seus familiares, pois muitas ficaram com sequelas e outras nem souberam por que morreram. Os torturados e assassinados pela luta armada quanto suas famílias, nunca são lembrados nem indenizados. A mídia não mostra os dramas de famílias como as de José Conceição (fazendeiro em SP) – torturado e morto a tiros pela ALN de Marighella, ou a de João Pereira (guia do Exército no Araguaia) – torturado e assassinado pelo PCdoB na frente dos pais. Cortaram suas orelhas, dedos e mãos, antes de enfiar-lhe uma faca. (...) E muitos outros.
(...) A esquerda jamais pedirá  desculpas por iludir os Jovens, retardar a redemocratização, criar o conflito que enlutou muitas famílias, cometer crimes hediondos e tentar liquidar a democracia. Os socialistas intensificaram a luta armada quando o governo Costa e Silva ensaiou a abertura democrática. (...) A resposta de Marighella no Manual do Guerrilheiro Urbano foi: "atacando de coração essa falsa eleição e a chamada solução política, o guerrilheiro urbano tem que se fazer mais agressivo e violento, girando em torno da sabotagem, terrorismo, expropriações, assaltos, sequestros e execuções"... Esse falso herói é o ícone da esquerda e vem dando o nome a locais públicos em todo o Brasil. Portanto, os socialistas não evoluíram. (...) 
A Ilegítima Forma de Governo da República que nunca foi Proclamada de Fato Fracassou

A) - A Luta Armada Brasileira jamais foi legitimada pela população, tanto pelas suas propostas, quanto pelas características (métodos) das suas ações. Não existe legitimidade em cobrar qualquer coisa de quem a derrotou e a anistiou, ao contrário do que certamente fariam... A derrota da Luta Armada Brasileira, não promoveu o banho de sangue como os socialistas fizeram em Cuba, na URSS e na China. Tampouco foi “necessário” matar 30.000 pessoas como ocorreu na Argentina, país com uma população 5 vezes menor que a brasileira. 
B) - Apesar de a população brasileira ser maior do que a soma das populações dos outros países da América do Sul incluindo Cuba do Caribe, dentre os membros e/ou colaboradores da Luta Armada, durante todo o período dos famosos 21 Anos de Chumbo, morreram ou desapareceram cerca de 400 pessoas, segundo o Livro Direito à Memória e à Verdade, publicado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos (média de 19 pessoas por ano). Comparando-se este fato ao que aconteceu nas ditaduras do Chile: 3.000 mortos; Argentina: 30.000 mil mortos; e como parâmetro na Ditadura Comunista Cubana, país hoje com apenas 11 Milhões de habitante: 85.000; proporcionalmente às características do Brasil, a vitória sobre os grupos que pretendiam implantar arbitrariamente, à custa de muito derramamento de sangue a tal Ditadura do Proletariado (Comunista), teve um número de mortos relativamente reduzido. 
C) - Os brasileiros jamais aderiram ao terrorismo. A justificativa: “O impulso de destruir é também um impulso criativo”, nunca fez escola entre nós. Influenciou um ou outro pervertido. Chacinar autoridades ou pessoas comuns, detonar bombas na multidão, explodir instalações públicas, como sucede rotineiramente em países conhecidos pela irracionalidade de minorias políticas e religiosas, não integram os nossos costumes. O povo mais de uma vez manifestou repugnância a facínoras insensíveis que, em nome de ideologia extremista, ou por mera propensão homicida, não vacilam em sacrificar homens, mulheres e crianças, em sangrentos atentados a tiros ou à bomba. 
D) - Não foi a Violência da Dilma Terrorista que ajudou a derrubar a última Ditadura Militar dessa República. Foram as ações dos militares que depois de derrotarem a violência de pessoas como Dilma, que redemocratizaram o país, na época em que estas pessoas pretendiam implantar à custa de muito derramamento de sangue uma Ditadura Comunista no Brasil. A última Ditadura Militar nunca foi derrubada, pois foram os próprios “Ditadores” que depois de derrotarem os Terroristas e a Luta Armada, promoveram a abertura política. A Intervenção Militar de 64 aclamada e legitimada pela expressiva maioria da população nunca se caracterizou como Revolução, tampouco posteriormente como uma Ditadura de fato. 
E) - Após o povo sair às ruas pedindo uma atitude enérgica das forças armadas perante o caos que se instalou em 1964, os militares devolveram a ordem ao país durante 20 anos. A entrega do poder não foi possível antes porque os Atentados Terroristas, Luta Armada & Guerrilha, que não visavam a democracia, não permitia ambiente propício para tal. Aos 14:25 do Vídeo: A Ligação umbilical, a ligação vital, que existiu entre os Guerrilheiros Brasileiros e a Revolução Cubana/o Governo Cubano, trouxe aqui o testemunho insuspeito neste caso, do Senhor José Dirceu que afirma: “A geração que chegou ao Poder deve muito à Cuba, sou um cubano brasileiro ou um brasileiro cubano".
F) - A Lei N.º 6.683, da Anistia (da Abertura Ampla Geral e Irrestrita), sancionada em 28 de agosto de 1979 pelo Presidente João Figueiredo, concedeu perdão aos responsáveis por seus crimes cometidos entre 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979, tanto para os autores dos atentados terroristas, quanto para os crimes cometidos pelos Agentes de Estado. Os beneficiados ganharam a oportunidade de retornar à política, às atividades acadêmicas, ao jornalismo, aos negócios, quase sempre obtendo sucesso... Como temos visto até os dias de hoje. A legislação, de caráter excepcional, justificava-se naquele momento como prova inequívoca do compromisso assumido pelo Governo Militar de pacificar a Nação. Em tal circunstância, procurou-se passar a borracha no passado, isentando de culpa, e do cumprimento de pena, réus civis e militares...
G) - Providencialmente estes que pretendiam impor arbitrariamente uma Ditadura do proletária pelo terror, e com muito derramamento de sangue de inocentes, prontamente aceitaram juridicamente a proposta. Posteriormente portando-se como vítimas de um Estado Opressor... Todos eles consideraram mais que justas suas gordas indenizações “reparadoras” vitalícias. Apesar deste final supostamente construtivo, a maioria desses “derrotados”, agora pretendem anular a Lei da Anistia, obviamente sem deixar de receber suas indenizações, apesar das suas vítimas nada receberem, além de tentarem punir (nem que seja moralmente) quem os combateu.
H) - Uma prova contundente do caráter dessas pessoas é o caso do deportamento dos Atletas cubanos, e da adoção pelo Governo Brasileiro contra a vontade dos brasileiros, do Terrorista italiano Cesare battist condenado por vários assassinatos; indivíduo sanguinário e premeditado, que a pretexto de pertencer a organização anarquista, matou e mutilou inocentes... Não em legítima defesa, mas de forma impiedosa, alimentada por seu instinto sádico. Por razões óbvias, esta gente que hoje é poder, protege seus iguais, contribuindo para a impunidade que impera na República de Mentira Federativa Brasileira.
I) - Inocentar Cesare Battisti, como fez o então Presidente Lula orientado por seus asseclas, cuja incapacidade de entender a grandeza e as responsabilidades do cargo, tem o caráter de anistia individual extemporânea, em benefício de um criminoso comum condenado à prisão perpétua, que ingressou no Brasil clandestinamente com documentos de identidade falsos. O gesto insólito viola tratado celebrado com a Itália, agride o Direito Internacional Público e revela que, em detrimento do Direito italiano, fruto de milenar construção de consagrados juristas. Lula fez com que o Brasil optasse internacionalmente pela ilegalidade da Camorra. Portanto não existe mais no Brasil o tão celebrado pela Classe Jurídica e Política Brasileira, o Estado Democrático de Direito.
J) - Por outro lado, quando os Atletas cubanos que nem criminosos eram, supondo que o Brasil fosse um país soberano e democrático pediram asilo, qual foi a atitude do Governo Lula?... Os deportaram para Cuba atendendo um pedido do seu camarada Fidel Castro sem a menor cerimônia, para lá serem punidos pelo "gravíssimo crime" por desejarem permanecer no Brasil. O Governo do PT literalmente os prendeu, julgou, condenou e os puniu devolvendo-os para a Ilha Prisão cujo Regime Totalitário Opressor Comunista tanto admira.

K) - Portanto está claro e óbvio que os iguais mais uma vez se protegeram. Ainda não entenderam?... Se o Governo Brasileiro composto por pessoas que na época dos "Anos de Chumbo" sem o menor escrúpulo fazia o mesmo, os Senhores estavam esperando que eles assinassem mesmo que fosse simbolicamente suas próprias sentenças, extraditando este tal de Terrorista e assassino CESARE BATTISTI, cuja prioridade deles hoje é distorcer as verdades para limparem seus nomes com o propósito de ficarem bem na história, através da tal unilateral Comissão da Verdade criada por eles mesmos, sem nenhum compromisso com a veracidade dos fatos...  
L) - É isso Senhores, então sem argumentos convincentes sobre o caso Battisti, o Governo Lula deu uma desculpa deslavada sobre "Soberania Nacional", desmoralizando o país perante o mundo para agradar o povo brasileiro desinformado; àquele que os elegem... Os Idiotas Úteis, os Analfabetos Funcionais. Fundamentada em meias verdades, esta Comissão da "Verdade", além de revanchista, unilateralmente pretende reescrever um passado heróico que nunca existiu, distorcendo a História que será ensinada nas escolas. A Comissão explicitamente visa construir um véu negro de mentiras sobre os propósitos da Luta Armada, seus métodos e/ou atrocidades utilizados visando o seu objetivo final: a implantação contra a vontade da sociedade brasileira de uma Ditadura do Proletariado (Comunista), enganando esta e as próximas gerações... Numa fantástica pantomima onde se travestem de heróis. 

O Terrorista Cesare Battisti em confraternização com Chico Alencar do PSOL, e demais Parlamentares de outros Partidos copartícipes do Regime-Síndico-Comuna-Socialista. 
O Terrorista Cesare Battisti homenageado pelo Governador do Rio Grande do Sul Tarço Genro, no Palácio de Governo Piratini (Imagem 03)


Todos os Países Comunistas são Regimes Totalitaristas Republicanos(Liberdade, Igualdade, Fraternidade... Ou a Morte)... A Revolta PopularDemocracia Direta Republicana do Poder PopularPoder do PovoA Nova "Democracia"... O Poder é do Povo até quando Interessa. Esta história já tem mais de dois séculos; 224 anos após a Revolução Francesa isso ainda não se concretizou. Destruiu, exterminou, e nada de útil, virtuoso e verdadeiro acrescentou. Igualzinho aqui: «Liberté, Égalité, Fraternité, ou la Mort», texto exibido em um cartaz anunciando a venda de biens nationaux (1793). logo após a revolução este lema foi escrito em algum momento como "Liberdade, Igualdade, Fraternidade, ou Morte", a parte "Morte" foi posteriormente suprimida por ser muito fortemente associada com o Reino do Terror

Os militares antes do Golpe 31 março de 1964 (mais um Contra-Golpe aplicado no Golpe de 15 de novembro de 1889), tentaram devolver a Monarquia aos brasileiros - Aos 05:30 do vídeo.

Interessante que os Inocentes Analfabetos Funcionais, Políticos e afins republicanos: Direitistas, Esquerdistas, Centristas de qualquer coisa... Nada falam do GOLPE DE ESTADO, que numa trágica mágica reduziu o Império do Brasil que ombreava com as três mais poderosas nações do planeta, à condição de nação de terceira categoria pertencente a um Terceiro-Mundismo que providencialmente inventaram, lambuzada no pegajoso lodo da imundice do submundo de um inimaginável Mar de Esgoto, Paraíso desse Violentado Estado que deveria ser Democrático de Direito, dirigido por Organizações Criminosas Interpartidárias Aliadas e Coligadas ao Poder Constituído Central da República Federativa do Brasil. Até parece que por alguma razão estranha, estes Senhores nas suas fúteis utopias republicanas, acreditam mesmo que o Brasil foi inventado pela República em 15 de novembro de 1889, marco fundamental da inauguração do primeiro Estado de Exceção da História do Brasil. 
Um ótimo Livro - Recomendo para os Idiotas Úteis. 
Che Guevara e Fidel Castro

- V -

Essa República de Mentira nada acrescentou de útil, virtuoso e verdadeiro ao Brasil.
01  Não se consegue ver nada de sensato na curiosa sucessão de desastres ocorridos após o Golpe republicano que descaracterizou e mutilou este país, fazendo com que perdesse seu status de nação respeitada, perdesse o seu rumo, a autonomia e a auto-estima, adotando um permanente sentimento de inferioridade perante os outros povos, que numa ridícula postura submissa, suas culturas passou a admirar e imitar... Enquanto suas Raízes Históricas e a Legítima Identidade Nacional, criminosamente foram sabotadas por uma República de Mentira importada, que seguiu convertendo segundo seus mórbidos interesses, reduzindo o povo numa legião desorientada, sem identidade, sem referência de pátria, sem vontade própria, sem orgulho ou amor pelo seu país... Sem nada. Isso é destruir uma nação na sua essência.
02 • Relembrando alguns fatos da nossa recente História, antes da Intervenção Militar de 64, já aconteciam treinamentos de pessoal (inclusive em Cuba sustentada pela URSS), infiltração clandestina de armas e munições no território brasileiro, para serem utilizadas no planejado Golpe Comunista. Após a Intervenção Militar clamada pela população, com o prolongamento da já caracterizada Luta Armada e das Ações Terroristas... Esta intervenção que primordialmente deveria ser curta, foi obrigada a se prolongar como um Regime Militar (Ditadura ou Anos de Chumbo para muitos), conseqüência forçada pelo Terrorismo e a Guerrilha, que acabou por retardar a entrega do poder pelos militares. Isso só foi possível após a derrota destes grupos armadosSou a favor da Intervenção Militar Legítima prevista na Constituição para sanear a nação, quando o Caos se desenha. Se as FFAA não honram seus Juramentos feitos perante a Bandeira da República que inventaram em 1889, não cumprem com suas obrigações e deveres legais constitucionais... Trai a pátria e seu povo. 
03 • Enquanto isso a Outrora Terrorista Dilma, com as suas Hordas de Zumbis Lobotomizados, se apega providencialmente a uma tal de “Comissão da Verdade” inventada e formatada por ela mesma, para iludir os Analfabetos Funcionais, criando um Véu Negro de mentiras sobre a Tragédia Dantesca que desgraça com o país, remetendo-os a um passado distante ao qual não estiveram presente, e que apenas possuem uma vaga noção distorcida do que foi, e nada de útil acrescentará a eles mesmos ou a nação, pelo menos da forma irresponsável que estão sendo direcionados os trabalhos. Explicitamente a intenção deste Governo Central é catalisar a atenção do povo desinformado, para um passado que nada trará de benefício prático a nação, numa tentativa insana de criarem uma fábula onde justificam ações injustificáveis de indivíduos, que assassinavam na maioria pessoas inocentes, em nome da implantação no país de uma Ditadura do Proletariado (Comunista), que a maioria da sociedade repelia, enquanto desgovernam no presente. 
04 • Por quê não aceitam a proposta dos militares de se levantar as ações de todos envolvidos, para que se elabore um documento sério de fato, que tenha alguma utilidade histórica?... Que credibilidade este trabalho da Comissão da "Verdade" terá, se omite os métodos, ações e resultados da Luta Armada, e com qual finalidade lutavam?... Isso mais parece uma grande brincadeira de delinquentes para desviar com as suas lambanças, a atenção do povo desinformado dos verdadeiros problemas da nação, que têm matado dezenas de milhares de pessoas por ano, com o propósito de reescreverem uma História bonita alicerçada em meias "verdades" que se traduz em mentiras, para doutrinar as criancinhas nos bancos das escolas, com uma fábula inventada, onde os Bandidos de outrora, alguns já condenados pelos seus crimes do presente, se travestem de heróis salvadores da Pátria.
05 • Nesta atual Desconjuntura Predatória Governista Socialista & Comunista, se esta tal de Comissão da Verdade fosse séria, e não unilateral, cujos seus membros foram escolhidos a dedo pela própria outrora Terrorista Dilma: todos estariam falando... E segundo os próprios Generais: “doa a quem doer”; e certamente a Dona Dilma Cairia com o seu inútil Desgoverno Fantoche. O resultado desta farsa, indubitavelmente será um Grande Nada Moral sem legitimidade, que nada acrescentará de útil e proveitoso à Nação, e apenas servirá para ilegitimamente travestir os Terroristas, Sequestradores, Assaltantes de Banco, Guerrilheiros, Bandidos já Condenados... De Heróis Salvadores da Pátria, e beneficiar este Desgoverno de Mentira Marxista-Leninista-Maoista. Além de desviar à atenção da população brasileira das mazelas que corroem a nação.
06 • Não defendo Ditaduras... Seja uma Civil análoga a de Getúlio ou as Militares. Eu tinha 15 anos em 1964. A questão é: o quê deveria ser feito naquele momento Histórico da República Brasileira. Entregar o país contra a vontade da maioria da sua população ao Domínio de uma tal de Internacional Comunista, ou clamar por uma intervenção Constitucional das Forças armadas?... A resposta foi o povo nas ruas pedindo uma atitude enérgica das Forças Armadas. Isso é fato incontestável. Quem viveu naquela época foi testemunha desta História... O resto é balela de comunista para iludir, enganar e doutrinar criancinhas com suas cartilhas nas escolas. Quando pessoas são lobotomizadas desde a infância, lenta, gradativa e continuamente, morrem acreditando nas mentiras que lhes foram incutidas, assim! as mentiras acabam virando as suas verdades. É por isso que hoje existe uma geração de supostos Intelectuais (Analfabetos Funcionais) que continuam abduzindo e formando novas gerações de Marionetes (Idiotas Úteis), sem a mínima condição de discernimento. Este processo, acaba se transformando numa trágica irreversível Ciranda sem Fim...
07 • O resultado aí está para que todos vejam, inclusive partindo do próprio "Poder" Central. Demonizam as Forças Armadas pelos 400 mortos e desaparecidos, dos que queriam arbitrariamente à custa de muito derramamento de sangue de brasileiros inocentes, implantar um Regime Autoritário Comunista. As FFAA durante 21 anos combateram com a aprovação de 90% da população às ações destes grupos radicais que nem representavam 1% da população na época. Mesmo ilegitimados pela vontade da maioria, esses militantes continuaram insistindo nos atentados terroristas (que na maioria das vezes matava e mutilava pessoas inocentes); sequestros acompanhados de execuções sumárias; sequestros de aviões; não menos do que 400 assaltos à bancos que também vitimavam inocentes; guerrilha (luta armada) acompanhada de execuções sumárias & justiçamentos... Depois de derrotados, posteriormente essa mesma gente destes tais grupos, muitos deles treinados em Cuba, descaradamente passaram a afirmar que lutavam pela democracia, financiados pelos recursos repassados à Cuba pela União Soviética.

08 • Grande parte destes "inofensivos angelicais" Terroristas, receberam treinamento de guerrilha em Cuba financiada pela URSS, outros na própria União Soviética e alguns chegaram "visitar" a China. Terroristas que mataram, “justiçaram”, sequestraram e assaltaram. Estes heróis de mentira, iludidos por líderes oportunistas golpistas, com promessas de serem recompensados num futuro governo tirânico, por terem participado na criação de um gigantesco Estado Comunista Brasileiro no Continente Americano, que abriria mão da sua soberania, em troca de uma tal de Internacional (União de Repúblicas Socialistas da América Latina) comandada por Moscou. Daí a explicação do amor incondicional dessas pessoas por CUBAChê GuevaraFidel CastroKarl MarxLenin... É compreensível que uma Dona Dilma que foi educada por um pai búlgaro comunista, numa época em que a Bulgária era uma República Popular Comunista sob a influência da União Soviética, priorize hoje Cuba e uma União de Repúblicas Comunistas na América Latina, em detrimento do Brasil.
09 • Veneram um tal de Sistema de Governo Comunista e seus Líderes, que no século XX matou em torno de 100.000.000 de pessoas, e que segue assassinando neste século XXI. Não defendo Ditaduras, entretanto, as manifestações de rua na época dos "Anos de Chumbo", se comparadas com a Truculência do Terrorismo de Estado atual... Mais parecem brincadeirinha de criança. O incrível é que por mais que procuram... Não conseguem encontrar imagens piores do que às da violência dos atos Terroritas de outrora, ou da repressão deste Suposto Estado Democrático de Direito da atualidade que esta gente inventou. 
10 • Desconheço na História da Humanidade, que tenha existido um país continental, com a população do Brasil, envolvido com Ataques Terroristas e uma Luta Armada durante 21 anos... Que tenha morrido de ambos os lados conflitantes, apenas 550 pessoas, sendo destas, 400 simpatizantes à implantação à força do Comunismo no Brasil... Uma média de 19 pessoas por ano. Houve mortes de pessoas inocentes, atrocidades, torturas?... Sim, nesta “Guerra” como em todas, ocorreram dos dois lados, mas as maiores barbáries foram cometidas pelos Comunistas, que em nome da sua “Nobre Causa” assassinavam pessoas inocentes com requintes de crueldade, ora na frente dos seus filhos, ora criança na frente dos seus pais, como no caso do garoto no Araguaia.
11 • (...) Ainda em relação ao Araguaia, o General Leônidas chama de “guerra” o enfrentamento que ocorreu entre as Forças Armadas e os guerrilheiros do PCdoB. “O que resulta de guerra? Morte. Essas coisas são conseqüências muito naturais. Eles (os grupos de esquerda que participaram da luta armada) perderam a guerra e agora querem ganhar no tapetão”, afirma. De acordo com ele, o número de ativistas políticos de esquerda mortos durante o regime militar — cerca de 350 — foi até pequeno se comparado ao que aconteceu nas ditaduras do Chile, 3 mil mortos, e Argentina, 30 mil mortos. “Nossa vitória, do ponto de vista de (perda de) vidas humanas, foi muito sóbria". Por fim, conclui: “Na guerra só há uma coisa bonita: a vitória. O resto não é bonito”. (...) 
12 • (...) Na opinião de Leônidas, o Exército não tinha a obrigação de mostrar o “Livro Negro” a ninguém, já que a obra não foi publicada. “Isso é passado. Vamos olhar para frente”, sugeriu. O general critica os guerrilheiros do Araguaia — “A pergunta é: o que eles estavam fazendo lá? Fazendo um enclave, que é uma coisa lesa-pátria. O resto é conversa fiada” —, critica antigos companheiros de desaparecidos políticos — “Nós cuidamos dos nossos mortos. Eles deviam ter cuidado dos mortos deles” — e critica também os familiares — “Por que não perguntam o que seus filhos estavam fazendo lá? Por que não perguntam se mereciam ou não mereciam, na luta, serem mortos?”. (...)
13 • (...) Na condição de Ministro do Exército, Leônidas se reuniu com o então Presidente da República José Sarney para discutir o que fazer com a versão oficial dos militares para a Luta Armada que o Serviço Secreto do Exército acabara de concluir. “Falei para o Sarney que não ia publicar o livro. Para que criar um problema que não existe?”, recorda Leônidas. “Esse livro”, concluiu o general na conversa com o presidente, “fica como um documento, que nós (militares) podemos ter a necessidade (de divulgar) no futuro”. De acordo com Leônidas, Sarney concordou e ambos deram o caso por encerrado. (...) “Apesar de respeitar muito o general Leônidas, (…) lamentei muito, muito mesmo, sua decisão de guardar as informações de que dispunha. Apesar de entender as circunstâncias, considero que cometeu um equívoco de avaliação irreparável. Foi uma oportunidade de tomar a iniciativa. Foi a oportunidade de sair na frente”, escreveu Del Nero na edição especial do Inconfidência – jornal mensal mantido por oficiais da reserva – de 30 abril, dedicada ao Livro Secreto. Para o coordenador do Projeto Orvil, a esquerda aproveitou o silêncio dos militares para impor uma versão deturpada da ditadura (1964-1985) e da Luta Armada. (...) 
14 • Leônidas confirma que partiu dele a ordem para fazer o livro. Diz, porém, que não ficou com nenhum exemplar. “O livro foi feito pelo CIE (Centro de Informações do Exército, serviço secreto da Força) com base nos documentos que o órgão dispunha”, afirma. O general é categórico ao comentar a suposta destruição de documentos do CIE, que, segundo vem argumentando o Exército nos últimos anos, impediria a divulgação de informações referentes ao combate às guerrilhas urbana e rural nas décadas de 1960 e 1970: “Foram queimados coisa nenhuma”. (...) Quais seriam as “necessidades” a que se refere Leônidas? É o próprio general quem explica: atos de “revanchismo” contra as Forças Armadas por parte de “quem perdeu a guerra”. “Naquele tempo (em que o livro foi feito), não havia o que acontece agora, um revanchismo sem propósito”, afirma ele. “No meu período como ministro (1985-90), não houve nenhum problema dessa natureza, essas ‘mães não-sei-do-quê’, (grupos do tipo) Tortura Nunca Mais”. 
15 • São encantados pelo Regime Ditatorial Cubano, e até já cantam de mãos dadas nas aberturas das seções "A Internacional", adotado como hino oficial da extinta União Soviética. Se espelham nos Heróis de Barro, como Che GuevaraFidel CastroKarl MarxLenin... Demonizam as Forças Armadas Brasileiras por combaterem com o aval da maioria da população os que ingenuamente aliciados ou não, pretendiam implantar à força e à custa do derramamento de muito sangue de milhares de brasileiros, uma Ditadura do Proletariado (Comunista), que hoje descaradamente colocam em prática, nos mesmos moldes das obscuras idéias de outrora, depois de feito um minucioso trabalho de Lobotomização em duas gerações desde tenra idade, à partir dos bancos das escolas. 
16 • Esta lavagem cerebral foi iniciada e executada com primor por professores e ideólogos, em pleno Dóceis Anos de Chumbo (que muitos atualmente acreditam nas suas ingenuidades que não se podia nada). Esta doutrinação se estende até o presente, inclusive feita por uma nova geração de “Professores”. Como resultado, temos hoje neste Fracassado Sistema Republicano Brasileiro, um Governo gerido por analfabetos funcionais, que controlam uma colossal massa de Idiotas Úteis, abduzida e Zumbizada.
17 • Por que será que os Partidos de Esquerda Brasileiros odeiam bandeiras verdes e amarelas, e queimam ensandecidos a Bandeira da República do Brasil?... Procure saber o porquê endeusam Che, Fidel e o Regime Cubano que já assassinou mais de 85.000 pessoas numa "Ilha Prisão" com apenas a população da Grande São Paulo, que comparativamente, proporcionalmente já matou 3.600 vezes mais que o Regime Militar Brasileiro. É isso mesmo: O Regime Castrista que o PT e todos os Partidos Socialistas & Comunistas Brasileiros apóiam, bajulam e veneram, já matou 3.600 vezes mais do que os famosos "Anos de Chumbo" da nossa "Benevolente” Ditadura Militar. Esta complacência e identificação do Governo Brasileiro por Cuba é realmente um estranho fenômeno que transcende os limites da racionalidade.
18 • Lamentavelmente a Intervenção Militar de 1964 apenas retardou a Cubanização do Brasil. Finalmente 30 anos após a entrega do poder pelos militares... Viva! a agora arbitrária, antidemocrática, inconstitucional, incompetente, República Socialista & Comunista Brasileira. Isso tem sido cíclico nestes 124 anos de retrocessos republicanos... O brasileiro paga mais de 50% de impostos em cascata, e grande parte destes recursos vai para os bolsos dos asseclas governistas, pois não tem havido o retorno justo proporcional. Não se vislumbra nenhuma possibilidade de uma Intervenção Institucional Militar contra o atual quadro de inconstitucionalidades generalizadas. Paralelamente ao desmantelamento lento e contínuo das Forças Armadas, se seguiu progressivamente um primoroso trabalho ideológico lobotomizante, dentro dos seus quadros. Estes "parlamentares" governistas, celebram e riem da inoperância, falta de unidade e vontade, dentro e/ou entre as FFAA. Nesta desconjuntura institucionalizada, nem sei se existe, ou em algum momento existiu, interesse ou estratégia em reverter o caos que se desenha. O Brasil deve ser o único país continental do planeta, ao contrário da extinta Comunista URSS, que coloca em risco a sua Soberania Nacional, em nome de uma já há muito fracassada ideologia.
19 • O povo brasileiro está desgovernado e desorientado... Não sabe mais com quem contar. Desesperado se apega ao "Poder Moderador" das Forças Armadas, às suas obrigações institucionais juradas perante a Bandeira da República do Brasil que inventaram em 1889... Ingenuamente achando que ainda existe os Generais de 1964. Sem saída pelo voto, não há ambiente mais propício e legítimo para o Exército Brasileiro finalmente acordar, honrar o seu Patrono Duque de Caxias, cumprir com o seu dever, reparar a lambança feita por alguns Traidores da Pátria em 1889, devolvendo aos brasileiros o que lhes foi tirado, Desproclamando esta República de Mentira (pela lógica, é mais legal anular a República proclamada na ilegalidade, do que anular a Lei da Anistia). Já passou da hora de se resgatar a Gloriosa Nação Brasileira de outrora, que se perde na bruma da memória.
20 • Leia sempre e assista aos vídeos do que é publicado dos dois lados envolvidos. Assista as propagandas financiadas pelo PT (Governo) transformadas em filmes (como exemplo: Carlos Lamarca e Marighella), com o nítido propósito de transformarem Bandidos em Heróis, Santos, São Jorge, ou seja lá o que for. Avalie... Faça tuas reflexões, não se deixe aliciar, não se transforme numa marionete abduzida manipulada por interesses obscuros. Leia sobre o Império do Brasil... O que éramos e em que o Golpe Militar Republicano de 1889 nos transformou. Leia sobre a História do Comunismo, sobre a Revolução Russa de 1917, a Revolução Cubana, a História do Terrorismo Comunista no Brasil, e o porquê quem habita um país Comunista, a opção de visitar ou morar em outro país, é praticamente nula, e quando o faz, fica preso a certas restrições... Como por exemplo: impedido de viajar com sua família, para que fique obrigado a retornar.
Emanuel Nunes Silva 
2011/2012/2013/2014 
- VI -

E foi assim que tudo começou... 

Fragmentos da matéria:
Vítimas do Terrorismo Socialista & Comunista nos Anos de Chumbo
"Em 25 de julho de 1966, no Aeroporto dos Guararapes, no Recife, terroristas empreenderam um atentado contra o Gal. Arthur da Costa e Silva. A explosão de uma bomba matou o jornalista Edson Régis de Carvalho e o Almirante Nelson Gomes Fernandes. Além das duas vítimas fatais, ficaram feridas 17 pessoas, entre elas o então coronel do Exército Sylvio Ferreira da Silva, que, além de fraturas expostas, teve amputados quatro dedos da mão esquerda, e Sebastião Tomaz de Aquino, o Paraíba, guarda civil que teve a perna direita amputada. "Um dos executores do atentado, revelado pelas pesquisas e entrevistas de Gorender, foi Raimundo Gonçalves de Figueiredo, codinome CHICO, que viria a ser morto pela Polícia Civil, em abril de 1971, já como integrante da VAR-PALMARES."
Atentados, Sequestros, Execuções... Promovidos pelos Terroristas ocorreram muitos. Para eles: "Os fins justificam os meios".  ("atacando de coração essa falsa eleição e a chamada solução política, o guerrilheiro urbano tem que se fazer mais agressivo e violento, girando em torno da sabotagem, terrorismo, expropriações, assaltos, sequestros e execuções"... Marighella em seu: Manual do Guerrilheiro Urbano). Esse herói de mentira é o ícone da esquerda e vem dando o nome a locais públicos em todo o Brasil. Essa gente remanescente destes grupos, perdoada e indenizada com o dinheiro do contribuinte, é a escória do Brasil. Não são piores do que a maioria dos Políticos, que hoje matam em apenas um dia com suas ações inconseqüentes predatórias, o que o terrorismo e a luta Armada matou durante os 21 anos na última Ditadura da República Brasileira.
Recrutamento dos jovens
1► "Aproveitando o idealismo dos jovens, sua ousadia, sua esperança de poder reformar o mundo, o PCB, o PCdoB e suas dissidências reunia grupos e, discutindo política, incutia nos jovens as idéias do Manifesto Comunista de Marx e Engels. Todas as organizações deram destaque especial ao setor de recrutamento."

2► "As organizações de esquerda, tendo como suporte experientes militantes comunistas, sempre dispensaram especial atenção ao recrutamento dos jovens - mesmo àqueles no início de sua adolescência -, conhecedores da sua impetuosidade, da alma sonhadora, inquieta e aventureira da juventude. A penetração de idéias subversivas era feita no momento em que o jovem sentia os problemas sociais no meio em que vivia."

3► "A lavagem cerebral e o comprometimento com as organizações subversivas os tornavam reféns do terror e verdadeiros autômatos. Família, pátria, religião passavam a ser “alienações da burguesia”. Em suas mentes só havia espaço para as convicções ideológicas que lhes impregnaram e que, em muitos casos, levaram-nos à morte em enfrentamentos com os órgãos de segurança." 

4► "O recrutamento dos jovens talvez tenha sido o pior crime cometido pela esquerda armada no Brasil, pois levou rapazes e moças a crimes hediondos, corrompendo-os e tornando-os verdadeiras “buchas de canhão”. Manipular criminosamente o idealismo da juventude foi mais uma demonstração de que, para a esquerda revolucionária, os fins, realmente, justificam os meios."
Cel Carlos Alberto Brilhante Ustra
Texto completo: E foi assim que tudo começou...

- VII -

Conceituando o Terrorismo
Por Antônio Ribas Paiva
01) - Terrorismo é a politização da violência ilegítima. Configura tortura coletiva da sociedade, na tentativa de impor objetivos de grupos ideológicos ou religiosos.

02) - O terrorismo ilegítima qualquer suposto direito de seus praticantes, porque não se pode admitir o massacre de inocentes, a que título for.

03) - Como o terrorismo é instrumento de dominação, os terroristas são meros agentes de interesses transnacionais, na guerra permanente, por outros meios. Os chefes terroristas certamente têm conhecimento desse papel, que exercem para o poder real, que estabelece e controla a “Ordem Mundial”.

04) - Apesar de ilegítimo, cruel e imoral, o terrorismo vem sendo praticado em todo mundo, dizimando e mutilando, crianças, idosos, mulheres, enfim, cidadãos pacíficos, não combatentes.

05) - A América Latina, infelizmente, também é palco de atrocidades terroristas. Os radicais, predominantemente comunistas, causaram milhares de vítimas inocentes nos últimos quarenta anos, para tentar impor a ditadura comunista à sociedade.

06) - Do México à Patagônia, os grupos narcoterroristas, que se intitulam comunistas, praticaram um verdadeiro genocídio nas últimas décadas; a queda do muro de Berlim não os dissuadiu.

07) - A FARC da Colômbia, já dizimou mais de 40 mil inocentes; O TUPAC AMARU, do Peru, também fez milhares de vítimas.

08) - Felizmente, o Brasil é exceção à regra, tanto na América Latina como no mundo, porque aqui os terroristas foram derrotados, pelas Forças Armadas, com o apoio dos brasileiros.

09) - As Forças do Bem impediram os Lamarcas, Genoínos, Dirceus e outros, de massacrar os brasileiros.

10) - No bom combate, morreram cerca de duzentos terroristas comunistas, cujos asseclas, agora, tentam demonizar as Forças do Bem, não satisfeitos com as polpudas e indevidas indenizações que recebem.

11) - O Presidente Médici, que derrotou o terrorismo comunista no Brasil, impediu, que esses criminosos continuassem matando brasileiros até hoje, como ocorre na Colômbia e no Peru. O general merece o reconhecimento da história, por ter salvado milhares de pessoas, da sanha narcoterrorista.

12) - No Brasil, apesar de serem promotores da morte, os terroristas e seus asseclas foram premiados com a anistia e com gordas indenizações, que atualmente ascendem a 3,5 bilhões de reais.

13) - A sociedade brasileira e os governos militares perdoaram esses promotores do mal, na expectativa inocente de que passariam a ser promotores do bem. Ledo engano! Ao invés de se dedicarem a ajudar a construir um Brasil melhor, voltaram-se contra seus benfeitores, em atitude revanchista, porque foram derrotados na injusta guerra que deflagraram contra o povo brasileiro.

14) - Na Itália e na Alemanha os seus congêneres, Brigadas Vermelhas e Baader-Meinhof, estão na cadeia ou no cemitério, porque não foram perdoados. Ao passo que, os terroristas brasileiros, beneficiados pela anistia, estão no governo e continuam a promover o mal.
Os terroristas aparelharam o Estado em próprio proveito, descurando da obrigação de propiciar saúde, educação e segurança ao povo que os perdoou e que desprezam.

15) - Os frutos da ação maléfica dos terroristas no poder são dois milhões de brasileiros assassinados pelo crime organizado, nos últimos 20 anos. Ou seja: sob o conivente, criminoso e olímpico olhar dos terroristas, a cada 3(três) dias, são assassinados mais brasileiros,  do que morreram terroristas em combate, durante 21 anos de governos militares.

16) - Pior do que o genocídio do povo brasileiro, propiciado pelos terroristas no poder, é o genocídio direto, que praticam roubando o dinheiro público e de empresas públicas, como a Petrobras, condenando com seus crimes 200 milhões de brasileiros à miserabilidade e, fragilizando a soberania brasileira.

17) - Lamentam-se as vidas perdidas durante a guerra ao terrorismo, porém, a responsabilidade por essas mortes é exclusiva dos terroristas, que atacaram o povo brasileiro, para tentar implantar a ditadura comunista no Brasil.

18) - O povo brasileiro não permitiu que implantassem a ditadura comunista em 1964 e, não permitirá agora!!!

19) - Fossem decentes e dignos, os terroristas ao menos respeitariam a memória daqueles que os pouparam, perdoaram, indenizaram e permitiram que assumissem o governo.

20) - Os presidentes militares, objetivando a pacificação da sociedade, foram complacentes com os inimigos do povo do Brasil e da Democracia. Todavia, a sua magnanimidade pessoal não foi reconhecida e teve funestas consequências, suportadas pela sociedade: o massacre de milhões de brasileiros pelo crime e, a roubalheira dos comunistas e seus “primos”, os socialistas.

21) - “É importante conhecer a história, para que não se repitam os erros do passado”. Por ter esquecido o mal que lhe foi feito, o bom povo Brasileiro está sendo morto e roubado pelos terroristas que perdoou.

22) - Porém, tudo tem limites. O limite entre a tolerância e a ação é a segurança do Brasil! A sociedade certamente restabelecerá as instituições, rompidas pelos terroristas e seus “sócios” da classe política, impondo a legitimidade ao trato da coisa pública.

23) - Caluda traidores! As Forças do Bem e o bom povo brasileiro cumprirão o seu dever e, novamente, salvarão o Brasil das garras do mal. 
Antônio José Ribas Paiva, Advogado, é Presidente da Associação dos Usuários de Serviços Públicos.

Por que no Brasil Comunismo pode... Nazismo não pode? 

Continuem acreditando neste Modelo Republicano Brasileiro inventado por meia dúzia de traidores da Pátria em 1889. Continuem acreditando nesta Ciranda Republicana de Mentira que nunca vai conduzir o Brasil a lugar algum.
A cada geração criada, educada, influenciada dentro deste ineficiente omisso Sistema Corrompido Viciado, ingenuamente passa a acreditar na recuperação destas estruturas corroídas. É natural este apego e o impulso de tentar juntar os cacos. Afinal foi o mundo que herdaram, são seus universos. É compreensível que não pensem em opções melhores... Mesmo que tenhamos o exemplo do Império como país independente, soberano e respeitado no universo das nações no seu tempo, e o do desastre desta Moralmente Ilegal Decadente República. Pensam pequeno. Preferem por sugestão ou por burrice induzida, continuar presos ao corpo deste Estado em decomposição que rasteja em direção ao abismo.
O Brasil não acabou em 2013. Acabou em 15 de novembro de 1889. O que tem ocorrido nestes 125 anos de fracassos republicanos, são sucessivas tentativas de ressuscitar um Gigante Republicano de Palha que já nasceu morto.
 
Quando esta gente vai perceber que a desgraça da nação Brasileira é este Sistema Republicano de Governo alienígena às raízes Históricas da fundação do Estado Independente e Soberano Brasileiro. Substituíram um Império respeitado, por uma Alegoria Estrangeira Feminina Marianne de virtudes abstratas. Saída para o Brasil nesta Ilegítima República não existe; tampouco Identidade Nacional. Nossos Valores e a Legítima Identidade Nacional Inerentes à Pátria Brasileira passaram a ser vilipendiadas à partir do Golpe de Traição e Lesa-Pátria de 1889, quando foi inaugurado o primeiro Estado de Exceção da História do Brasil.
O Brasil alcançou o seu futuro no 2º Reinado do Império, respeitando sua época na escala do tempo. A partir do desastre do Golpe Militar de 15 de novembro de 1889, que resultou na Proclamação desta Ilegítima Alienígena República à margem da lei, à revelia das nossas raízes, identidade histórica e valores. Indiferente à opinião da população brasileira, que não foi consultada ou participou democraticamente deste processo... Nestas particularidades, moralmente esta República é ilegal. Não importa quais sejam os argumentos dos que discordam, pois trata-se de fatos Históricos, que por conveniências e interesses acabaram por justificar o injustificável e legitimar o ilegitimável, sufocando à força os contestamentos, punindo-os com as execuções sumárias em massa.

Essa República de Mentira nada acrescentou de útil, virtuoso e verdadeiro ao Brasil.
Por mais que me esforce, não consigo ver nobreza alguma em vossos representantes políticos republicanos... Tampouco algo em suas atitudes que os engrandeçam.
Existe um paradoxo entre as posturas das Repúblicas, quanto suas autoridades de opinarem sobre Golpe de Estado Inconstitucional, quando 99% delas principiaram com um criminoso Golpe de Estado. No caso da Fundação do primeiro Estado de Exceção da História do Brasil em 1889, houve um genocídio nos seus 10 primeiros anos de fracassos em nome da sua consolidação, onde 200.000 pessoas foram mortas; a maioria delas sumariamente, numa época em que a população brasileira era 11 vezes menor que a atual, o que corresponde quantitativamente na atualidade a 2.000.000 de mortos. Quando estas repúblicas questionam seus golpes menores dados nos Golpes delas mesmas, é o mesmo que se estivessem questionando suas próprias legitimidades.
(...) "À medida em que o povo foi tomando conhecimento do acontecido, movimentos pela volta da Família Imperial começaram a eclodir por todo o Brasil. O governo republicano os destroçou com punho de ferro. (...)"

ALGUMAS MATÉRIAS DESTE BLOG
01 • A MUDANÇA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
29 • Comunismo
30 • Marianne
5